Paraquedas do rover da NASA carregava mensagem escondida

1 min de leitura
Imagem de: Paraquedas do rover da NASA carregava mensagem escondida
Imagem: NASA/Divulgação
Avatar do autor

A NASA confirmou nesta terça-feira (23) que o paraquedas da missão Marte 2020 carregava uma mensagem escondida, escrita em código binário. A revelação veio depois de internautas sugerirem a presença de uma frase oculta no equipamento e até conseguirem decifrá-la.

Logo após a divulgação das imagens do pouso do rover Perseverance no Planeta Vermelho, diversas publicações nas redes sociais comentaram sobre o uso proposital dos padrões vermelho e branco no paraquedas. Conforme os internautas, a combinação formava a frase “Dare might things”, ou “Ouse coisas poderosas” em tradução livre.

Seguindo as regras do sistema binário, em que as faixas vermelhas representam o número um e as brancas o zero, os internautas logo adivinharam a mensagem escondida no paraquedas. Pouco tempo depois, o engenheiro-chefe do Perseverance Adam Steltzner usou seu perfil no Twitter para confirmar a descoberta (veja abaixo): “Parece que a internet decifrou o código em cerca de 6 horas! Oh internet, há alguma coisa que você não possa fazer?”, questionou.

Além da frase, retirada de um famoso discurso do ex-presidente americano Theodore Roosevelt proferido em 1899, o paraquedas traz, em seu anel externo, as coordenadas do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL): “34º11’58N 118º10’31W”.

Mais mensagens ocultas?

Em entrevista ao The Verge, um dos engenheiros da missão Allen Chen disse que a agência espacial costuma deixar mensagens ocultas nos equipamentos para inspirar outras pessoas e sugeriu a possibilidade de haver mais códigos no Perseverance.

O robô carrega ainda uma placa na qual está gravado o bastão de Asclépio, símbolo antigo relacionado à cura pela medicina, como homenagem aos trabalhadores da saúde atuando no combate à covid-19.

Ele também possui um microchip com os nomes de milhões de terráqueos e um desenho com outros equipamentos já lançados ao Planeta Vermelho, entre os quais o rover Curiosity, que chegou lá em 2012 e possui um mecanismo nas rodas capaz de escrever “JPL” em código morse no solo marciano.

Paraquedas do rover da NASA carregava mensagem escondida