NASA vai tentar 'ouvir' o pouso do rover Perseverance em Marte

1 min de leitura
Imagem de: NASA vai tentar 'ouvir' o pouso do rover Perseverance em Marte
Imagem: NASA/Divulgação
Avatar do autor

Depois das naves Hope dos Emirados Árabes Unidos e Tianwen-1 da China chegarem a Marte, a próxima missão a alcançar o Planeta Vermelho é a Mars 2020 da NASA, que pousará por lá na próxima quinta-feira (18) e deve ter a descida registrada pela sonda InSight.

Em solo marciano desde 2018, a InSight possui instrumentos sensíveis o bastante para tentar captar o som da chegada da missão que leva o rover Perseverance e o pequeno helicóptero Ingenuity e também o impacto da espaçonave ao tocar o chão, mesmo estando a 3,2 mil km de distância do local do pouso dos novos equipamentos.

Durante esse tempo no nosso vizinho espacial, a sonda já registrou centenas de abalos sísmicos no Planeta Vermelho, também chamados de “martemotos”, mas ainda não teve a chance de detectar eventos de impacto mais substancial, como a queda de um meteorito, por exemplo, pois definir o momento exato desse tipo de ocorrência é algo mais complicado.

A InSight está em Marte desde 2018.A InSight está em Marte desde 2018.Fonte:  NASA/Divulgação 

A oportunidade de detectar o impacto de um corpo estranho na superfície de Marte surgirá agora, com a aproximação da Mars 2020, acompanhando a entrada, a descida e o pouso, sequência conhecida como os “sete minutos de terror”, por causa dos riscos que a nave corre em meio ao processo.

A importância dos registros

De acordo com o membro da equipe InSight Ben Fernando, os registros do impacto da missão com o solo e do estrondo sônico criado pela nave mergulhando na atmosfera marciana são de “enorme valor científico”.

“Isso seria de enorme utilidade e interesse para verificar de forma independente alguns de nossos entendimentos sobre a estrutura de Marte e a maneira como as ondas se propagam por seu interior”, comentou Fernando em entrevista ao Universe Today.

No entanto, a NASA ainda não tem certeza se o som viajará longe o suficiente para que a sonda o detecte.

NASA vai tentar 'ouvir' o pouso do rover Perseverance em Marte