'NanoVapor' mantém superfícies livres do coronavírus por semanas

1 min de leitura
Imagem de: 'NanoVapor' mantém superfícies livres do coronavírus por semanas
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Em busca de formas mais eficientes de proteger os profissionais da saúde do novo coronavírus, bem como os pacientes internados, um hospital de Nova Jersey, nos Estados Unidos, está testando um novo produto de higienização que promete manter o vírus longe das superfícies por semanas ou até meses.

Intitulado Sistema de Supressão Microbiana NanoVapor BioTech (ou MSS, na sigla em inglês), ele consiste na aplicação de nanopartículas antimicrobianas em superfícies e objetos, por meio de um pulverizador especial. A solução esteriliza e cria um revestimento biodegradável capaz de continuar a eliminar bactérias, fungos e vírus como o causador da covid-19 mesmo após a utilização.

De acordo com a fabricante, os testes feitos mostraram que houve uma redução de 99,8% na contagem microbiana no local que recebeu o produto, mesmo com 70 dias após a aplicação da substância. Além disso, ela pode permanecer eficaz por até 90 dias.

A substância mantém as superfícies livres do vírus por até 90 dias.A substância mantém as superfícies livres do vírus por até 90 dias.Fonte:  BGR/Reprodução 

O Hospital Regional de Hudson foi o primeiro a adotar a solução como estratégia para prevenir a propagação da doença. O CEO da instituição, o Dr. Nizar Kifaieh, disse que o sistema NanoVapor BioTech pode ser um “divisor de águas” neste momento em que ainda não foi descoberta a cura para a covid-19.

Utilização em outros locais de grande movimento

Liberado pela Food and Drug Administration (FDA), agência federal responsável pela saúde pública nos Estados Unidos, o Sistema de Supressão Microbiana cria, no local onde é aplicado, uma barreira durável e contínua de proteção, utilizando uma fórmula à base de água e que não traz riscos para as pessoas e o meio ambiente, além de não prejudicar telas, teclados e eletrônicos em geral.

Além dos hospitais, ele também pode reduzir a taxa de infecção em locais de grande movimentação como escolas, shoppings, aeroportos, estações de trem e metrô, rodoviárias, prédios de escritórios e templos religiosos, segundo o diretor médico da NanoVapor BioTech Maurizio Miglietta.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
'NanoVapor' mantém superfícies livres do coronavírus por semanas