Dias na Terra tinham 30 minutos a menos na época dos dinossauros

1 min de leitura
Imagem de: Dias na Terra tinham 30 minutos a menos na época dos dinossauros
Avatar do autor

Você sente que os dias passam rápido demais? Saiba que, se você vivesse há 70 milhões de anos, eles seriam ainda mais ligeirinhos: cientistas descobriram que naquela época os dias tinham cerca de 30 minutos a menos do que atualmente.

Essa curiosa revelação foi feita por pesquisadores da Universidade de Bruxelas, na Bélgica, que analisaram a concha de um molusco do fim do Cretáceo, atrás de minúsculas camadas, para calcular a duração dos dias. Assim, foi possível determinar que os dias tinham 23 horas e 30 minutos, enquanto os anos tinham 372 dias. O processo é semelhante ao de contar os anéis dos troncos de árvores para calcular a sua idade, mas feito de maneira microscópica.

Fóssil utiizado na descobertaFóssil utilizado na análise.Fonte:  AGU 

Isso não é necessariamente uma grande novidade, já que os cientistas notam que a rotação da Terra está cada vez mais lenta, sendo influenciada pela gravidade da Lua. A indicação, porém, pode ajudar a explicar melhor a origem do nosso planeta e do seu satélite natural, além da relação de poder que um exerce sobre o outro.

Leia tambémNova pesquisa explica a colisão que resultou na Terra e na Lua

A concha utilizada na pesquisa pertenceu ao extinto molusco Torreites sanchezi, que ocupava um espaço hoje preenchido pelos recifes de corais. Por ter finas camadas de crescimento diário, ele seria o animal perfeito para mostrar a duração dos dias em tempos tão remotos. Essa compreensão pode mudar a maneira como vemos o passado, afinal acostumamos contá-lo por meio do conceito de dia que temos atualmente.

O molusco em questão viveu 9 anos nas profundezas do mar quente da costa de Omã, no Oriente Médio. Além de determinar a duração dos dias, o fóssil analisado apresenta padrões sazonais que permitiram o cálculo da quantidade de anos que ele viveu. Nas camadas com espessura de nanômetros, foi possível determinar que o animal se desenvolvia principalmente à noite.

As ranhuras que puderam determinar a duração dos dias e dos anosAs ranhuras que puderam determinar a duração dos dias e dos anos.Fonte:  AGU 

"Isso é bastante raro para um bivalve, e poucas espécies têm isso. Assim, foi possível entender como eles se tornaram tão bem-sucedidos e puderam assumir o papel de construtores de recifes dos corais na época dos dinossauros", explicou Niels de Winter, cientista responsável pela descoberta, ao Gizmodo.

Dias na Terra tinham 30 minutos a menos na época dos dinossauros