NASA divulga rara fusão de duas tempestades em Júpiter

1 min de leitura
Imagem de: NASA divulga rara fusão de duas tempestades em Júpiter
Avatar do autor

NASA divulgou uma foto que ela própria considerou como “notável”: a fusão de duas megatempestades. As imagens foram capturadas em dezembro e mostram o momento exato em que uma delas, em formato oval, engole outra menor.

Ambas as tempestades são chamadas de anticiclones, já que giram no sentido anti-horário. As duas também estão dentro da Grande Mancha Vermelha da Júpiter, que por si só é uma tempestade anticlônica – a maior do planeta, inclusive.

Fusão pode ser vista dentro da Grande Mancha Vermelha de Júpiter (Foto: NASA / JPL-Caltech / SwRI / MSSS)

Outro fato notório dessa fusão é o fato de que meses atrás ambas as tempestades se aproximaram, no que parece que culminaria na junção das duas. A maior delas é acompanhada há anos, pois ela só atingiu o seu tamanho após engolir outros eventos atmosféricos semelhantes. A fusão pode ter sido impulsionada pela tempestade Oval BA, que aparece um pouco ao norte das que se fundirem na imagem divulgada pela NASA e é o segundo maior anticiclone do planeta.

Vale destacar a sorte da sonda Juno estar no momento certo para fazer o registro. Fusões desse tipo podem ocorrer a qualquer momento, sendo difícil de registrar. A imagem foi capturada a 72 mil km do topo das nuvens de Júpiter pela JunoCam e processada pela cientista Tanya Oleksuik, que aprimorou as cores da foto.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
NASA divulga rara fusão de duas tempestades em Júpiter