Degelo expõe ilha desconhecida na Antártida

2 min de leitura
Imagem de: Degelo expõe ilha desconhecida na Antártida
Avatar do autor

Há alguns dias, na Península Antártica, uma ilha que permaneceu durante séculos oculta sob uma espessa camada de gelo foi “descoberta” por pesquisadores de um projeto chamado Thwaites Glacier Offshore Research ou THOR. Batizado preliminarmente como Ilha Sif – em homenagem à deusa da mitologia nórdica que, além de ser esposa de Thor, é associada à Terra –, o pequenino terreno acabou sendo exposto por conta do crescente degelo na região e avistado enquanto os cientistas navegavam pelas imediações do glaciar de Pine Island.

Calor na Antártida

De acordo com Brandon Specktor, do site Space.com, Sif consiste em uma ilha de granito e mede cerca de 350 metros de comprimento apenas. Entretanto, apesar de não ser extenso – e boa parte dele ser coberto de gelo –, o pedacinho de terra já abriga uma pequena população de focas. Mesmo assim, não pense que a descoberta da nova ilha e seus simpáticos residentes animou os cientistas.

Segundo explicaram, tanto glaciar de Pine Island, como o Thwaites – os dois maiores da Península Antártica –, estão sofrendo com as variações climáticas a olhos vistos e retrocedendo em direção ao continente devido ao derretimento do gelo nas regiões costeiras, conforme você pode ver no time lapse a seguir, criado por um dos membros do THOR a partir de imagens de satélite registradas de 2011 para cá. Confira:

Ilha Sif, como você deve ter deduzido, é a bolotinha de neve que aparece nas imagens acima – e fica isolada na costa conforme o glaciar Thwaites “encolhe”. Os próprios pesquisadores chegaram a considerar que podia se tratar de mais um dos muitos icebergs que se formam na área, mas, ao se aproximar do local durante uma expedição, eles se deram conta de que estavam diante de uma ilhota.

Os pesquisadores acreditam que o “aparecimento” de Sif provavelmente consiste em um efeito direto do degelo e que o gelo que cobre a ilha pode ter sido parte da plataforma do glaciar de Pine Island. Além disso, segundo Brandon, uma possibilidade é que Sif tenha surgido como resultado de um processo chamado Ajuste Pós-Glacial – em que o derretimento do gelo glacial acaba aliviando a carga sobre a camada continental que se encontra debaixo dele, mas essa é apenas uma teoria que precisa ser melhor explorada.

Leia tambémRecorde assustador: termômetros marcam mais de 18 °C na Antártida

De qualquer forma, os pesquisadores do THOR estão coletando uma porção de amostras em sua expedição à Sif – que deve terminar no final deste mês – e os materiais poderão revelar muitas informações depois de serem devidamente analisados. Sem falar que a descoberta da ilha pode significar que os mapas da Antártida e seu litoral provavelmente terão que ser atualizados em breve.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Degelo expõe ilha desconhecida na Antártida