Coronavírus: mais 65 casos confirmados no cruzeiro em quarentena

1 min de leitura
Imagem de: Coronavírus: mais 65 casos confirmados no cruzeiro em quarentena
Avatar do autor

Um navio de cruzeiro está em quarentena no Japão há duas semanas, desde que foi confirmada a infecção de passageiros com o coronavírus. Desde então, 135 pessoas já foram diagnosticadas com a doença, mas nenhuma está em estado grave, segundo autoridades locais.

Atualmente, 2.666 passageiros e 1.045 tripulantes do cruzeiro Diamond Princess estão aguardando o prazo da quarentena encerrar para poder retornar à normalidade. Enquanto isso, as pessoas tentam manter o ânimo dentro do navio.

“Temos um cruzeiro extra de duas semanas, embora seja um cruzeiro confinado”, disse David Abel, 74 anos, ao The Washington Post. “Você precisa tirar o melhor proveito da situação, não é? Mas tenho certeza de que em 10 ou 12 dias estarei arrancando os cabelos”.

Apesar disso, alguns dos passageiros relatam problemas como falta de remédios e dificuldade para manter as roupas limpas.

Cruzeiro está isolado há 14 dias (Fonte: Hiroko Harima/Reprodução)
Cruzeiro está isolado há 14 dias (Fonte: Hiroko Harima/Reprodução)

A situação começou quando um dos passageiros, que passou cinco dias a bordo do cruzeiro, foi diagnosticado com o coronavírus. A notícia fez com que o navio tivesse que ficar atracado no porto de Yokohama para que os demais passageiros pudessem ser avaliados. Quatro dias depois, nove outros passageiros e um membro da tripulação também tiveram a doença confirmada pelo Ministério da Saúde do Japão.

Com o prazo de 14 dias da quarentena terminando no próximo dia 19, os passageiros receberão autorização para deixar o cruzeiro, informou Negin Kamali, porta-voz da Princess Cruise Lines. Ela afirmou ainda que a equipe a bordo estava trabalhando no desenvolvimento de “atividades e entretenimento no navio”.

Este não foi o primeiro caso de um navio que precisou ser colocado de quarentena devido à doença. No final de janeiro, outro cruzeiro, com cerca de sete mil pessoas precisou ser isolado na Itália, depois que um dos passageiros apresentou suspeitas do vírus.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Coronavírus: mais 65 casos confirmados no cruzeiro em quarentena