NASA confirmou hoje (29) que fará um lançamento de carga à Estação Espacial Internacional em dezembro utilizando um “foguete usado” da SpaceX. Esta será a primeira vez que a agência espacial norte-americana fará uso de um foguete que já foi e voltou do espaço. Entretanto, esta não é a primeira vez que a SpaceX faz isso. A empresa de Elon Musk já fez alguns “segundos lançamentos” para foguetes Falcon 9, mas a maioria dos clientes da companhia ainda prefere os equipamentos novinhos em folha.

A primeira a colocar equipamentos no espaço através de um Falcon 9 reutilizado foi a empresa de comunicação SES, de Luxemburgo. O lançamento aconteceu em março deste ano. Depois disso, duas outras companhias de comunicações fizeram o mesmo, e a SES repetiu o feito em outubro. Todas essas missões usaram foguetes que já haviam ido ao espaço uma vez, mas a SpaceX ainda não fez um terceiro lançamento de nenhum deles.

Mais negócios

Seja como for, outras empresas já pretendem fazer lançamentos com equipamentos reutilizados da companhia de Elon Musk por conta do baixo custo, inclusive a israelense Spacecom, cujo último satélite explodiu junto com um Falcon 9 enquanto o veículo era abastecido na base. A empresa entrou na justiça para reaver o prejuízo, querendo reparações na cifra dos US$ 50 milhões ou na possibilidade de fazer uma segunda tentativa totalmente gratuita de realizar o lançamento.

O fato de a NASA estar acreditando nos Falcon 9 reutilizados deve ajudar a SpaceX a oferecer mais confiança a seus clientes

Seja como for, o fato de a NASA estar acreditando nos Falcon 9 reutilizados para entregar carga à Estação espacial Internacional deve ajudar a SpaceX a oferecer mais confiança a seus clientes. Mesmo assim, a agência norte-americana parece cautelosa, tendo especificado que só submeterá suas cargas a foguetes reutilizados depois de avaliações minuciosas caso a caso. A agência também afirmou que estudou o foguete que usará em dezembro junto com a Space X.

“A NASA participou de diversas avaliações de dados da SpaceX em torno de foguetes Falcon 9 anteriormente lançados” disse um porta-voz da agência ao The Verge. Ou seja, a NASA não vai simplesmente confiar na integridade dos equipamentos reutilizados, mas sim fará sua própria avaliação para ver se é possível fazer o lançamento com segurança.

Cupons de desconto TecMundo: