O ambicioso projeto de povoação de Marte chamado de Mars One anunciou nesta terça-feira (13) mais um atraso no cronograma. Ao invés de 2026, a estimativa agora é de desembarque em 2031. De acordo com o plano do engenheiro holandês Bas Lansdorp, foi necessário um ajuste para arrecadar mais verba e melhorar o hardware para a missão interplanetária.

Segundo com o texto inicial, o Planeta Vermelho receberia um satélite responsável pela comunicação neste ano e um rover em 2018, para ajudar a selecionar um local adequado para a colonização humana. O restante dos equipamentos seria enviado em 2022, com chegada em 2023, e após o desembarque dos primeiros tripulantes, grupos de quatro pessoas seriam enviados a cada dois anos.

Veículo de reconhecimento da Mars One tem previsão de desembarque em 2026

Os planos continuam os mesmos, contudo, as datas foram adiadas em quase dez anos. O satélite agora deve ser lançado em 2024 e o primeiro veículo de reconhecimento em 2026, com a equipe inicial somente a partir de 2031. O próprio treinamento de pessoal também sofreu alterações: dos 100 finalistas devem ficar somente de três a seis grupos de quatro pessoas.

Ainda não se sabe exatamente qual espaçonave fará o transporte, por mais que o projeto indique a Falcon Heavy, da agência independente SpaceX, de Elon Musk. Há detalhes escassos a respeito disso.

Será que vai dar certo?

Essa não é a primeira vez que há mudanças no planejamento e isso vem deixando muita gente em dúvida com relação à viabilidade da viagem. Em 2014, dois estudantes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (Massachusetts Institute of Tecnology - MIT) chegaram a questionar o Mars One, alegando que ele precisaria de mais inovações tecnológicas e dinheiro para funcionar, caso contrário haveria falhas fatais em seu desenvolvimento.

Segundo experts do setor, seriam necessários entre centenas de bilhões a quase um trilhão de dólares para que o Mars One tenha sucesso. Além de um reality show, o CEO Bas Lansdorp espera levantar verba com manobras na Bolsa de Valores, o que deve render de imediato US$ 10 milhões.

Ainda não se sabe exatamente qual espaçonave levará os viajantes interplanetários até o Planeta Vermelho

Para saber mais sobre o anúncio oficial, é só clicar aqui. E você, o que acha? Será que o projeto vai dar certo? Deixe sua opinião abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: