Quando não se está acostumado com um sistema ou um aparelho, é difícil saber por onde começar. Novos donos de smartphones – seja ele um Android, um iPhone ou um Windows Phone – costumam sofrer um pouco até entender corretamente a forma de mexer no portátil.

(Fonte da imagem: iStock)

Para diminuir um pouco essa dificuldade do primeiro contato, elaboramos um guia com algumas dicas. A intenção é dar uma luz para quem nunca teve um smartphone ou para quem está mudando de sistema operacional. Com isso, você vai ficar esperto no que deve ser configurado nos primeiros dias de uso e evitar fazer besteira no seu aparelho novinho em folha.

Primeiros passos: configurações de conta

Assim que você adquire um smartphone, é importante criar uma conta na loja correspondente ao sistema operacional escolhido. Isso porque, somente assim, você tem acesso às milhares de ferramentas disponibilizadas pela empresa e tem acesso a mais possibilidades de personalizar o aparelho.

Android: Google Play

Caso você tenha comprado um Android, basta utilizar seu email do Google para acessar a Play Store. Acesse o menu de configurações do aparelho e selecione o item “Contas e Sincronização”. Em seguida, faça o login e pronto. Caso você tenha dúvidas sobre como fazer isso, consulte o item 6 desse guia. Se você ainda não tiver uma conta no Gmail, clique aqui para saber como criar.

iOS: App Store

Para quem comprou um iPhone, o processo é igualmente simples. Acesse o ícone da App Store localizado no smartphone e escolha um aplicativo para baixar. Depois de pressionar o botão para instalá-lo, selecione a opção “Criar novo ID Apple” e siga as instruções que aparecem na tela. Se você quer criar uma conta em outro país que não seja o Brasil, clique aqui para saber como.

Windows Phone: Market Place

Se o seu smartphone novo rodar Windows Phone 7, então é preciso criar uma conta no Market Place para ter acesso ao que o sistema tem a oferecer. Para isso, basta pressionar o botão dessa ferramenta e digitar sua Windows Live ID, liberando o acesso à loja de aplicativos.

Smartphones da HTC com Windows 8 (Fonte da imagem: Reprodução/Windows Phone)

Por outro lado, se você ainda não tiver cadastro, então selecione a opção referente à criação de uma ID, siga os passos indicados na tela e pronto. Para ligar uma conta no Xbox Live selecione “Sign in” na tela que aparecer depois da finalização do processo. Caso você precise fazer o cadastro primeiro, então escolha “Create one”.

Já para a versão 8 do sistema operacional, a Windows Live ID passou a se chamar simplesmente “conta da Microsoft”. Essa identificação permite que você tenha acesso unificado aos diversos serviços oferecidos pela empresa. Acesse nosso artigo “Como criar uma nova conta da Microsoft” e saiba como proceder para fazer o cadastro.

Sincronizar e importar dados

Na maior parte dos casos, os contatos de amigos e demais conteúdos presentes nos aparelhos podem ser passados para o novo smartphone por meio de armazenamento online. Números de telefone e endereços de email podem ser importados por meio das próprias redes sociais, como o Facebook.

(Fonte da imagem: iStock)

Esse tipo de importação ainda permite puxar o perfil dos amigos na rede social para o seu celular, tornando mais fácil conferir as atualizações de status. Além disso, também é possível sincronizar os dados gravados na sua conta de email.

Android

Para os aparelhos com Android, existem várias formas de se fazer a sincronização de dados. Uma delas acontece justamente por meio das redes sociais, como mencionado acima. Porém, você pode ir além disso pegando compromissos cadastrados no calendário do iCloud, por exemplo, ou importando fotografias salvas no Dropbox.

Entretanto, algumas possibilidades de sincronização não são tão agradáveis, como é o caso da importação dos contatos do Facebook sem aplicação de filtros. Se você aplicou essa ferramenta, mas quer voltar atrás, aprenda como restaurar o padrão do seu aparelho.

iPhone

Aparelhos que rodem o sistema operacional da Apple usam o iTunes como base para várias operações realizadas no dispositivo. Uma dessas atividades é a sincronização de contatos, músicas e vídeos com o computador. Para quem mudou de um iPhone para outro novo, é possível transferir as configurações, aplicativos e outros dados já utilizados de forma rápida.

Da mesma forma como você pode passar o conteúdo do portátil para a sua máquina, também é possível puxar itens salvos no seu PC para o iPhone. Essa sincronização pode ser configurada em vários casos, poupando trabalho de fazer o procedimento toda vez que for necessário. No artigo “Como sincronizar o iPhone a um computador”, você aprende o que é preciso saber sobre o assunto.

(Fonte da imagem: iStock)

Caso você se arrependa de ter feito essa configuração, é possível desativar a sincronização automática nos aparelhos iOS para que essa ação seja cancelada. Além disso, se você estiver um pouco cansado de utilizar o iTunes, que às vezes pode parecer ter vontade própria, conheça alternativas para realizar a importação de itens para o iPhone.

De Android para iPhone e vice-versa: para a troca específica de um aparelho para o outro, saiba como fazer a transferência dos contatos entre eles e também como fazer com que os dados presentes no smartphone antigo façam parte agora do seu novo gadget.

Windows Phone

Os aparelhos Windows Phone permitem que você faça a importação dos contatos do celular antigo normalmente, da mesma forma como acontece com os demais sistemas operacionais para portáteis.

Basta utilizar o seu cartão SIM ou microSIM para fazer isso, entrando em Iniciar > Pessoas > Mais > Configurações > Importar contatos do cartão SIM. Escolha se você quer puxar todos os números de telefone ou se prefere selecionar somente alguns.

Para sincronizar outros tipos de conteúdo, assim como o iTunes é quase a alma dos aparelhos com iOS, o Zune assume esse papel de importância nos smartphones do Windows. Você precisa baixar essa ferramenta e configurá-la para que a importação dos itens seja feita. Saiba mais em “Windows Phone: como sincronizar o celular com o PC”.

Personalização

Depois de feitas as configurações que permitem usar o aparelho, nada melhor do que deixá-lo com uma aparência mais agradável e que tenha mais a ver com você. Ações como trocar o papel de parede, mudar as figuras dos ícones e até mesmo personalizar a tela de bloqueio do celular podem deixar a interface do seu smartphone novo ainda mais chamativa.

Android

O sistema operacional da Google disponibiliza diversas ferramentas que tornam possível a personalização dos aparelhos, como é possível perceber na seleção de 15 programas feita para o tema. Além disso, existem algumas oportunidades específicas, como a alteração da tela de bloqueio e a escolha de toques especiais para cada contato da sua agenda.

Interface mudada com LauncherPro. (Fonte da imagem: Reprodução/Google Play)

Se você quer ir além dessas opções, ainda é possível configurar a própria janela na qual os contatos são exibidos para que ela seja apresentada de forma diferente. Para os donos de Android que curtem ser totalmente diferentes dos demais, fica a dica de mudar por inteiro a interface do aparelho, incluindo os fundos de tela básicos do smartphone.

iPhone

As opções para personalizar a aparência do iPhone não são tão variadas quanto as do Android. Mesmo assim, boas oportunidades de mudar a aparência do aparelho podem ser encontradas. Alterar o plano de fundo mostrado no seu iOS pode ser uma das primeiras medidas, que pode ser feita por meio do Backgrounds ou do 80,000+ Wallpapers HD. Os dois contam com milhares de imagens para você aplicar como papel de parede.

Papéis de parede oferecidos pelo Backgrounds. (Fonte da imagem: Reprodução/App Store)

Os ícones também podem ser alterados utilizando o Icon Skins Free, um aplicativo que apresenta diferentes planos de fundo que modificam a aparência das figuras da área de trabalho. Para não se perder no horário, o relógio é outra característica que pode ser personalizada. Uma dica de programa para esse fim é o Clock +.

Para quem quer ir além do básico, ainda é possível alterar características relacionadas à biblioteca de mídia do aparelho. Com Audio Xciter – DSP Enhanced Music Player, você pode personalizar a forma como as músicas são organizadas no seu aparelho.

Windows Phone

Conforme o aparelho começa a realmente ganhar mercado e competir com os outros sistemas operacionais, as opções de aplicativos também aumentam. Até o momento, não são muitas as oportunidades de personalizar os portáteis com Windows Phone.

Porém você pode alterar o papel de parede com Backgrounds Wallpapers e atribuir novos toques para os contatos do telefone por meio do Free Ringtones. Com essas características, já é possível dar uma aprimorada na aparência do sistema, deixando-o mais próximo daquilo que você espera visualizar.

Segurança garantida

Assim como a aparência é importante em qualquer smartphone, a segurança também deve ser levada a sério. Para os donos de Android, esse tópico pode ser facilmente guiado pelos nove programas que servem como garantia de proteção para o seu aparelho. Além disso, também é possível fazer o backup automático das informações contidas nos portáteis, a fim de prevenir a perda desses dados importantes.

(Fonte da imagem: iStock)

Donos de iPhone que também querem se prevenir e salvar os dados contidos no aparelho podem utilizar como referência o artigo “Como fazer backup e copiar arquivos entre iPhones, iPods e iPads”. Para os que optaram por comprar um Windows Phone, a dica é cuidar do bloqueio do aparelho, para impedir que pessoas com má intenção usem o seu smartphone de forma indevida.

Como economizar bateria

Mesmo quem é completamente novo no mundo dos smartphones já deve ter ouvido falar sobre o quanto a bateria desses aparelhos pode ter curta duração. Geralmente, a carga alimenta o seu portátil durante um dia ou dois sem ter que ser recarregada. Isso acontece principalmente por conta da grande quantidade de funções ativas nos dispositivos, que fazem você usar o gadget com mais frequência do que um celular comum.

(Fonte da imagem: iStock)

Para dar uma mãozinha nesse assunto, você pode diminuir o gasto de energia escolhendo o papel de parede correto para o seu aparelho, por exemplo. Fazendo apenas isso, você garante que seja necessária uma menor quantidade de luz para iluminar a tela do portátil. Essa dica serve para todos os smartphones.

Mais especificamente para o Android, existem algumas medidas que você pode seguir para que a carga da bateria seja mais duradoura, como mostrado no artigo "Aproveite melhor a bateria do seu smartphone com Android". No iPhone, o artigo disponibilizado neste link ensina a descobrir quais os aplicativos que podem estar comendo carga do aparelho de forma desnecessária.

Cupons de desconto TecMundo: