Finalmente! Muitos de vocês pediram para que o progresso do projeto de Ryan Tuerck fosse noticiado aqui e, bem, aqui está: o Toyota com motor de Ferrari está vivo e bem!

O projeto, tido como um dos mais extremos no cenário do drift, foi batizado como GT-4586: uma alusão ao GT86, modelo da Toyota que emprestou a carroceria, e ao modelo 458 Italia da Ferrari, que emprestou o coração de 570 cavalos de potência.

Tuerck ligou o monstrinho ítalo-nipônico pela primeira vez em uma transmissão ao vivo na semana passada e, como é de se esperar, o barulho é maravilhoso:

O projeto, como acontece na maioria das vezes, atrasou um pouco, muito em função das adaptações necessárias para que os coletores do imenso motor da Ferrari coubessem no cofre do carro.

Resolvido o problema, bastou pintar a carroceria no famoso “Rosso Corsa” da montadora italiana, colocar o motor em seu devido lugar e fazer a mágica acontecer: o Toyota GT-4586 virou um monstro cuspidor de fogo e que se alimenta de pneus traseiros – e que é perfeitamente capaz de brincar com outra Ferrari também:

Vai ser difícil de superar: esse deve ser o projeto de transplante de motor mais maluco da atualidade.