(Fonte da imagem: Reprodução/DoNews)

A venda da BlackBerry acaba de ficar mais quente: depois da notícia de que um dos próprios fundadores da companhia poderia fazer uma oferta para controlar a antiga RIM, outro competidor de peso teria entrado na briga. Trata-se de John Sculley, que foi CEO da Apple de 1983 ao final de 1993.

A informação de que o executivo estaria estudando uma oferta pra BlackBerry é do jornal canadense The Globe and Mail. Segundo a publicação, Sculley preferiu não comentar a notícia, mas afirmou que é "grande fã e usuário de longa data" da marca e opinou sobre a atual situação da companhia. "Eu acho que há bastante valor futuro na BlackBerry. Sem pessoas experientes que comandem esse tipo de negócio e sem um plano estratégico, entretanto, será realmente desafiador", comentou.

Sculley é um dos personagens mais emblemático da história da Apple. Ele era presidente da Pepsi há anos quando, em 1983, foi chamado por Steve Jobs para assumir a companhia de tecnologia em ascensão. Pouco tempo depois, o executivo tornou-se desafeto do cofundador da empresa e foi um dos grandes responsáveis por bater de frente com o executivo. Ele liderou o grupo de conselheiros que conseguiu a demissão de Jobs, que só voltaria à Maçã em 1996, dois anos após a saída do antigo colega.

Atualmente, depois de assumir negócios menores, Sculley é palestrante e investidor de empresas, especialmente na área de tecnologia.

Cupons de desconto TecMundo: