Algumas lembranças do Natal de 2014 ainda devem estar muito frescas na memória dos jogadores. Porém, o primeiro pensamento que vem à mente de alguns quando se lembram do último dia 25 de dezembro pode não ser nada bom. Isso porque, exatamente no dia do Natal, um grupo hacker derrubou a PlayStation Network e a Xbox Live com um ataque do tipo DDoS transformando as festas de muitas pessoas em um verdadeiro "inferno".

No entanto, Barack Obama tem uma boa notícia para os gamers e todos que, de alguma forma, já foram prejudicados por causa desse tipo de investida. A Casa Branca acaba de anunciar, através de um comunicado oficial, que está assumindo a briga contra aqueles que executam o DDoS e propôs novas medidas para combater os cibercriminosos.

Para os que não sabem (ou não se lembram), um ataque distribuído por negação de serviço é muito fácil de entender. Em palavras simples, podemos dizer que um DDoS acontece quando uma pessoa (ou um grupo) envia uma quantidade de tráfego gigantesca em uma rede na esperança de sobrecarregar e derrubar os servidores que ficam por trás dela.

Medidas da Casa Branca

Uma das medidas principais do acordo proposto por Barack Obama é aprimorar o compartilhamento de informações entre o setor privado e o governo, aumentando o “sentimento colaborativo” entre as ambas as partes. Um dos focos dessa atitude é incentivar que as empresas forneçam os dados de ataques sofridos por elas (como aquele que aconteceu com a PSN e a Live) para que ações direcionadas de proteção possam ser adotadas por órgãos governamentais específicos.

A modernização da lei que trata dos crimes cibernéticos é outra medida proposta pela Casa Branca. Os mecanismos do governo precisam ter as ferramentas apropriadas para investigar, desmantelar e processar os responsáveis pela ação ilícita.

A última medida trata de nós, consumidores, dentro dessa bagunça toda. Como as pessoas que usufruem dos serviços também podem sair prejudicadas (e geralmente saem) é natural que as autoridades e empresas também se preocupem com essa parte. A proposta de Barack Obama simplifica o procedimento de notificação dos usuários e empregados (que hoje é caótico) quando uma companhia identifica uma brecha de segurança.

A galera do video game aprova

Diante dessa medida favorável à segurança da internet e seus sistemas como um todo, a Entertainment Software Association – o grupo de lobby para empresas de video game – enviou um comunicado aprovando a iniciativa.

Através do presidente Michael Gallaguer, a entidade disse que “elogia a liderança do presidente Obama por causa dos esforços em oferecer as ferramentas necessárias para detectar e reprimir os crimes digitais. Os consumidores precisam ser protegidos da ilegalidade, de botnets maliciosos e ataques de negação de serviço”.

Ainda segundo Gallaguer, nós consumidores devemos desfrutar de uma internet dinâmica, inovadora e livre de atividades criminais. “A Entertainment Software Association vai trabalhar com a Casa Branca e os líderes do Congresso para ajustar as propostas e ajudar a aumentar as penas para aqueles que causam danos ao consumidor em grande escala”.

.....

Será que essa iniciativa da Casa Branca vai ajudar a evitar (ou ao menos diminuir) a ocorrência de ataques do tipo DDoS? Apesar de ser impossível saber por enquanto, é bastante confortante saber que o país mais poderoso do mundo arregaçou as mangas para combater os criminosos que tanto nos prejudicam.

Cupons de desconto TecMundo: