(Fonte da imagem: Montagem)

Os ataques de hackers a sites nacionais não param. Depois de derrubar sites de bancos como Banco do Brasil, HSBC, Citibank, Panamericano e BMG exatamente na semana de pagamentos e invadir páginas governamentais nessa segunda, o novo alvo do grupo foi a Usina de Belo Monte e a mineradora brasileira multinacional Vale.

De acordo com o G1, hackers do grupo Anonymous desativaram na noite dessa segunda-feira (dia 6) os sites www.vale.com, da Vale, e www.norteenergiasa.com.br, da usina hidrelétrica de Belo Monte. Por volta das 23h do mesmo dia, o site da Vale voltou a funcionar. Já o da usina ainda apresenta instabilidade.

Os hackers afirmaram no Twitter que querem "expressar nossa condenação ao projeto da barragem de Belo Monte, da Norte Energia. O ecossistema da Amazônia é fundamental para todo o planeta e a barragem vai prejudicá-lo irreversivelmente".

Ainda segundo os hackers no microblog, "a carta de direitos dos povos indígenas, da ONU, declara que a autoridade deles deve ser consultada na implementação de qualquer projeto que afete seu território. Os índios Caiapós não foram consultados pela Norte Energia; portanto, os direitos dos Caiapós foram violados".

O manifesto também cita projetos de empresas de energia na Guatemala, no Chile e no México e as empresas Enel e Endesa.

Cupons de desconto TecMundo: