A ASOR Hack Team, que atua sob ideologia Anonymous, anunciou um ataque hacker na base de dados de empreiteira Odebrecht — aquela que está nos holofotes por causa da Operação Lava Jato. "Cair na malha fina circense da Lava Jato não seria suficiente. Nós voltamos para assombrá-los. Viemos para expor vocês até as raízes", se posicionou o grupo em manifesto.

Tanto no Twitter quanto no Facebook, a ASOR Hack Team está divulgando os links para download da base de dados da Odebrecht. Segundo a equipe de hackers, a ação também foi tomada após a Justiça Federal bloquear R$ 2 milhões e prender o ex-governador do RJ, Sérgio Cabral.

O grupo está cobrando a Odebrecht por "acordos feitos às escuras'

"Com acordos feitos às escuras, a Odebrecht ganhava licitações para obras superfaturadas de grandes construções na cidade do Rio de Janeiro. Assim, o dinheiro do Estado ia sendo transferido para a empresa. A propina destinada a Sergio Cabral era paga através de contas no exterior. Vocês, Odebrecths, juntamente com Sergio Cabral, não valem o que comem, muito menos o que expelem", criticou o grupo.

"As relações entre vocês, grandes empresas e empresários com o Estado, são muito estreitas. Viemos para romper isso. Nós estamos na sombra de vocês. Nós os vemos todos os dias. Somos muitos. Não adianta mais "ficarem espertos". Vocês vão nos pagar de um jeito ou de outro", finalizou a ASOR.

ASOR Hack Team

Cupons de desconto TecMundo: