A nossa diversão com LEDs ainda está longe de chegar ao final. Recentemente, ao navegar pela internet, nos deparamos com um objeto que promete iluminar a água que sai da torneira. Por curiosidade, decidimos adquirir o item. Nossa surpresa foi que o produto não ilumina como deveria.

Como nós gostamos de desafios e, principalmente, de recriar itens complexos, nós decidimos construir a nossa própria versão do aparelho. Além do custo ser muito inferior, nossa versão consegue produzir muito mais luz, fazendo com que o efeito de iluminação seja impressionante. Sem contar com a sensação de criar alguma coisa do nada.

Materiais necessários

  • 3 LEDs azuis (R$ 2,10);
  • 1 luva de cano PVC 40 milímetros (R$ 0,80);
  • 2 adaptadores de cano PVC de 20 para 40 milímetros (R$ 1,60);
  • 1 tampa de garrafa plástica (R$ 2);
  • 1 switch com rosca para ligar e desligar (R$ 1);
  • 1 bateria de placa mãe de 3 V (R$ 2);
  • 1 suporte para bateria (R$ 0,40);
  • Fios de cobre;
  • Fita isolante;
  • Cola quente.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Como de costume, precisaremos de outras ferramentas, como alicate, estilete e ferro de solda. Também vamos utilizar uma microrretífica para modelar as peças plásticas. Você pode utilizar apenas uma lixa, mas isso pode dificultar o trabalho.

Para acoplar o equipamento à torneira, pode ser necessário um pouco de fita veda-roscas, mas isso é opcional.

Iniciando a montagem

O primeiro passo da montagem é modelar a tampa de garrafa para encaixá-la no adaptador de PVC. Como ela possui uma borda plástica em relevo na base, precisamos remover essa parte. Vamos utilizar a retífica para lixar o plástico. Como o material é muito sensível, é preciso ter cuidado para não cortar demais e acabar danificando a tampa.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Depois, fazemos um furo no meio, na parte de cima. Devemos aumentar o buraco até que sobrem apenas as bordas arredondadas da parte de cima da tampa. Agora, vamos encaixar o adaptador na luva de PVC de 40 milímetros.

Para encaixar a tampa no cano, vamos lixar o interior do tubo de PVC, mas apenas o suficiente para a tampa plástica prender no local. Em seguida, aplicamos um pouco de cola quente no interior do cano e posicionamos o componente. Ao fazer isso, é preciso manter metade da tampa para fora do cano. Essa parte deverá ter duas funções: a primeira é controlar o fluxo da água e a segunda é ajudar a iluminar o fluxo do líquido.

Preparando os LEDs

Nossos três LEDs azuis precisam ser presos juntos para que o foco de luz funcione da forma desejada. Os três devem ser conectados em paralelo, ou seja, todos os conectores positivos e negativos devem ser interligados.

O primeiro passo é lixar a lateral de dois dos LEDs. Vamos fazer isso para deixar sua superfície plana o suficiente para que os dois fiquem perfeitamente acoplados. Lembre-se de manter as hastes dos LEDs alinhadas, ou seja, a grande com a grande e a menor com a menor.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Com a microrretífica, lixamos a lateral da peça com muito cuidado para não danificá-la. Depois de lixar os dois componentes, posicionamos um sobre o outro e soldamos as hastes. O LED é revestido por uma capa de resina plástica, portanto, é possível lixar uma pequena parte sem danificar o componente.

Agora vem a parte mais complicada: precisamos lixar a lateral do terceiro LED e uma pequena parte dos outros dois para prender os três juntos. Depois de fazer isso, basta soldar as hastes do terceiro com os dois anteriores.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Importante: lembre-se de conectar os positivos e os negativos no mesmo lugar.

Em seguida, devemos soldar dois fios de cobre nos terminais. Precisamos escolher um de cada cor para saber qual é o positivo e qual é o negativo mais tarde. Após prender os fios, vamos isolar tudo com cola quente, afinal de contas, o circuito vai ficar imerso na água.

O próximo passo é soldar dois fios no suporte para a bateria. Depois de fazer isso, devemos isolar o item com fita isolante para vedar tudo completamente.

Em seguida, fazemos um furo na lateral do tubo para passar a chave de força. Após fazer isso, devemos soldar dois fios no componente. Depois, aplicamos cola quente da mesma maneira que isolamos os LEDs. Então, colocamos um pouco de fita isolante por cima para fixar bem.

Feito isso, podemos prender a chave no interior do tubo. Colocamos um pouco de cola quente no orifício para evitar que a água vaze e pronto, é só rosquear até que tudo fique firme.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O processo seguinte é fixar uma haste de metal no conjunto LEDs para que ele não fique “dançando” no interior do cilindro. Um clipe de papel deve dar conta do recado. Basta deixar o arame reto, prender nas luzes e, na parte de cima, entortar ele para os lados, fazendo com que as luzes fiquem bem firmes no lugar.

A bateria deve ser colada no segundo adaptador de cano. Aplicamos cola quente na peça e fixamos ela na lateral. Agora, basta encaixar essa peça no restante do cano.

Nosso acessório está pronto. Agora, é só o prender na torneira. A nossa, por sorte, pôde ser adaptada facilmente em um cano de PVC de 20 milímetros. Para facilitar esse processo, nós removemos a ponta da torneira e prendemos o conjunto no cano. Depois, é só rosquear a peça no lugar novamente.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Caso a sua torneira possua um bocal maior, basta lixar o interior do cano. Se ele não ficar preso o suficiente ou vazar água pelos lados, é possível utilizar um pouco de fita veda-roscas e um pouco de cola quente para prender tudo.

Feito isso, é só desfrutar de sua torneira com luz colorida!

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Importante

Como a água está em contato direto com alguns materiais, ela pode não ser própria para consumo direto. Lembre-se de sempre ferver e, ou, filtrar a água que você for utilizar para preparar alimentos.

O custo para a construção do equipamento ficou abaixo dos R$ 10. Isso se você precisar adquirir todos os componentes. Se você puder substituir alguma coisa, reaproveitando materiais de outras experiências, pode sair até mesmo de graça.

Cupons de desconto TecMundo: