No mundo moderno e conectado no qual vivemos hoje em dia, uma pergunta aparece eventualmente para intrigar a humanidade: o que fazíamos no banheiro antes da invenção do smartphone? A resposta é facilmente obtida com pessoas que têm mais de 25 ou 30 anos: nos distraíamos com a leitura de qualquer outra coisa, dos gibis ao emergencial rótulo de xampu na falta de algo melhor.

A ideia é criar uma comunidade feita por pessoas na mesma posição que você.

Com tantas opções disponibilizadas nos celulares para ocuparem nosso tempo durante o sagrado número dois, um novo recurso surge para desenvolver o contato social na hora de um momento tão delicado: é o aplicativo Pooductive, um chat desenvolvido para estimular conversas, reflexões e filosofias entre ocupantes do “troninho”.

Um aplicativo de m****

Apesar de não haver nessa plataforma um meio de detectar se o usuário realmente está “passando um fax” no momento, a ideia é criar “uma comunidade feita por pessoas na mesma posição que você”, afirmou Ricardo Gruber, o gênio por trás do app. Ele considera Pooductive “muito mais que um aplicativo de mensagens”, inclusive usando no título um trocadilho em inglês que envolve as palavras “poo” (cocô, literalmente) e “productive” (produtivo). O desenvolvedor alemão também afirmou que “a privada, assim como o chuveiro, é um dos lugares mais produtivos para a nossa criatividade”.

Através do Pooductive, você pode conversar com pessoas do mundo todo, seja individual ou coletivamente em salas de bate-papo.

O aplicativo foi lançado apenas para iPhone e vem sendo um sucesso no mundo todo, apesar da tentativa anterior para conseguir patrocínio através de uma campanha no Kickstarter que recebeu ajuda de apenas 184 pessoas e ficou longe de arrecadar os 10 mil € necessários, cerca de R$ 40 mil. Além disso, a concorrência com os já consagrados aplicativos de conversa “normal”, como o WhatsApp e o Messenger do Facebook, deve ser um grande adversário para o app.

O cocô aproximando as pessoas

Através do Pooductive, você pode conversar com pessoas não identificadas do mundo todo de modo aleatório, seja individual ou coletivamente em salas de bate-papo. Nele, é proibida a troca de imagens pornográficas ou consideradas ofensivas, portanto, nada de enviar fotos do “júnior”, nem da obra de arte que você estiver criando no momento.

Mesmo com essa abordagem cômica, o aplicativo possui um lado sério e que pretende atingir a consciência das pessoas: focar no desenvolvimento de campanhas sobre a economia de água e na melhoria nas condições de saneamento básico e higiene pessoal em locais com poucos recursos.

Gostou da ideia? Baixe agora mesmo o aplicativo para iPhone clicando neste link e transforme seu momento de necessidades fisológicas em diversão!

O que você achou do app Pooductive, o chat para pessoas que estão fazendo cocô? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: