O Tinder (disponível para Android e iOS) é um dos aplicativos de namoro mais populares da atualidade, e boa parte disso se deve ao sistema simples e eficaz para selecionar os parceiros que você deseja conversar. O programa também adicionou novas (e aguardadas) funcionalidades ao programa, mas passou a cobrar por elas – o que não agradou todo mundo.

Felizmente, há diversos outros aplicativos disponíveis no mercado que usam sistemas parecidos aos do Tinder – e não cobram a mais por isso. Por isso, resolvemos fazer uma lista para que você possa escolher outras opções sem precisar gastar nem um centavo.  Confira!

Bumble

Bumble é um aplicativo que conecta pessoas que estão próximas, de uma forma similar ao Tinder. Além disso, é preciso que as duas pessoas estejam interessadas uma na outra para que a conexão seja estabelecida e um canal de conversa seja aberto.

Porém, o grande diferencial do programa é que a conexão expira em apenas 24 horas, forçando um primeiro contato dentro desse tempo. Uma curiosidade: se a relação é entre homem e mulher, é a mulher quem deve fazer o primeiro contato.

Mas se a relação é do mesmo sexo ou se os usuários estão em busca apenas de amizade, é preciso que ambos estabeleçam contato dentro de 24 horas. Mas não se preocupe: é possível recuperar pelo menos uma conexão expirada por dia.

Disponível para iOS

Grindr

O Grindr é uma rede exclusiva para gays (apenas homens), bissexuais e transexuais e é mais voltada para relações casuais entre seus usuários. Diferente do Tinder, aqui é possível fazer contato com qualquer pessoa disponível da lista.

O aplicativo funciona por geolocalização, ou seja, é possível ver quem está disponível na mesma cidade, bairro ou até mesmo rua. Adicione informações pessoais como peso e altura, mostre suas melhores fotos e marque encontros através do chat interno.

Disponível para Android e iOS

Happn

Quem usa o Tinder para procurar seu par ideal provavelmente já deu de cara com um problema clássico: você começa a conversar com aquela pessoa e, de repente, ela simplesmente vai embora. Ou pior: descobre que ela é sua alma gêmea, mas que mora muito longe de você.

É aí que entra o Happn, um aplicativo para smartphones criado por franceses que segue um sistema semelhante ao do Tinder na ideia de definir se acha alguém atraente ou não. Porém, ele restringe muito mais o raio de amplitude.

Dessa forma, ele usa o GPS de seu aparelho para trazer apenas aqueles conectados em um raio de 250 metros, de maneira a limitar suas possibilidades a somente alguns poucos candidatos. Logo, você tem a chance de conhecer pessoas próximas e até mesmo combinar um encontro cara a cara, caso ambos se gostem – afinal, vocês estão a apenas alguns passos de distância.

Disponível para Android e iOS

How About We

How About We oferece um conceito diferente para formar casais. Aqui a ideia é ir muito além da superficialidade, permitindo que cada pessoa imagine como seria um encontro ideal entre duas pessoas. Você pode fazer pesquisas avançadas para localizar a pessoa ideal baseado nesses princípios.

É claro que você também pode analisar diversos outros fatores antes de marcar um encontro, como as descrições físicas e de personalidade das pessoas. Além disso, é possível postar fotos, como em qualquer outra rede social do gênero.

Assim que você localizar um perfil interessante, basta apenas entrar em contato com a pessoa e marcar o tão imaginado encontro. O programa tem como objetivo fazer com que as pessoas passem do online para o offline rapidamente.

Disponível para Android e iOS

Down

Down é um programa que pretende separar as pessoas que apenas querem ficar daquelas que querem namorar. Dessa forma, você pode deixar bem claro aos seus pretendentes o que você está procurando, o que deve facilitar o match de pessoas que realmente interessam.

O aplicativo também funciona por geolocalização e apresenta diariamente 10 pessoas que podem atender aos seus interesses. Se ambos se interessarem um pelo outro, a conexão será estabelecida para que o bate-papo possa ser iniciado.

Down também usa a conexão do Facebook para obter dados e fotos do seu perfil, mas não publica nada sem sua autorização. O único problema relatado pelos usuários é a pouca quantidade de pessoas que usam, e o fato de ele não ser traduzido para o português.

Disponível para Android e iOS

Cupons de desconto TecMundo: