Na última quinta-feira (10), um rumor de que a Apple estaria interessada na compra da fabricante de action cams GoPro fez as ações da companhia de câmeras disparar em 16%.

É claro que nenhuma das partes comentou se uma negociação realmente existe, mas, se a possibilidade já fez o mercado se movimentar tanto, é preciso ao menos comentar o fato.

A situação é mais ou menos parecida com a da Beats: a Apple não fez a compra "porque sim" ou pelos fones de ouvido caros. O que ela queria era a experiência e o mercado na área de música para seu serviço de streaming e futuros produtos. O que ela poderia fazer com a GoPro é exatamente isso. O desafio? Enquanto o mercado da Beats era bem mais concreto e definido, o das action cams e o de conteúdos gravados com esse tipo de aparelho ainda precisam de uma definição.

O que dizem os analistas

De acordo com o analista Dan Ives, a GoPro "cairia como uma luva no portfólio de produtos da Apple" e faria muito sentido, pois as action cameras se posicionariam na intersecção de smartphones, wearables e dispositivos multimídia. Além disso, as câmeras complementariam investimentos recentes da Maçã em drones, realidade virtual, integração de sistemas e outras tecnologias.

Já o analista Gus Richard comentou, ainda no início de 2015, que a compra é recomendada. "Enquanto o modo como a GoPro monetiza seu conteúdo é algo abstrato, ela adiciona valores irreconhecíveis para a franquia. Seria uma aquisição interessante para a Apple tanto de uma perspectiva de software e hardware quanto de conteúdo", afirmou.

Você acha que a Apple deveria comprar a GoPro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: