A Austrália é conhecida mundialmente por seus animais exóticos e situações extremas que deixam todo mundo fascinado e até com certo receio de se aventurar por lá sem maiores cuidados. Brincadeiras à parte, a cidade de Sydney – mais especificamente sua Apple Store – está sendo palco de uma situação minimamente bizarra, dessa vez, no campo da tecnologia.

Enquanto a Lucy robô amarga as horas que passam lentamente na fila da Apple Store, a Lucy de carne e osso continua seu trabalho no conforto de seu escritório.

Um robô chamado Lucy está na fila da loja da Apple para garantir seu iPhone 6s. Controlado remotamente por sua dona e xará Lucy Kelly, o robô é constituído por um iPad preso a um dispositivo parecido com um Segway. Através do tablet, a dona é capaz de se comunicar com as pessoas que também se reuniram à frente da loja para serem os primeiros a botarem as mãos no novo dispositivo da empresa fundada por Steve Jobs que deve ser lançado amanhã (25).

Utilidade robótica

Enquanto a Lucy robô amarga as horas que passam lentamente na fila da Apple Store, a Lucy de carne e osso continua seu trabalho no conforto de seu escritório. A empresa onde trabalha possui seis dispositivos como Lucy e já foram usados inclusive para participar de reuniões enquanto seu controlador, o chefe de Lucy Kelly, estava na distante Bali.

Aproveitando para mostrar esse novo tipo de tecnologia, Lucy – a original – tem feito amizades e se divertido interagindo com as pessoas que Lucy – a robótica – conhece na fila. Por causa do fuso horário, a Austrália vai ser o primeiro país a vender o iPhone 6s e o 6s Plus e Lucy não perdeu tempo: é a quarta da fila.

O iPhone é para o robô ou para a dona?

E os planos de Lucy Kelly para amanhã são exatamente o que você está pensando: o robô deve fazer a aquisição do iPhone sem nenhum contato físico com os vendedores, simplesmente através dos dispositivos que controla remotamente. Enquanto aguarda a hora tão esperada, a Lucy robótica tem uma tenda onde pode se proteger da chuva e recarregar suas baterias para estar com toda disposição na hora H.

Apesar da aparente “malandragem” feita por Lucy Kelly para guardar lugar na fila sem realmente estar lá, os outros fanáticos pela Apple não levaram a empreitada a mal: todos foram conquistados pelo carisma robótico de Lucy e estão dando o maior apoio a ela, além, é claro, de tietarem o quanto podem o simpático dispositivo.

O que você acha do método de guardar lugar em filas com a ajuda de robôs? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: