A Apple publicou hoje o seu segundo relatório fiscal de 2015 que trouxe uma boa surpresa para os investidores da companhia. As previsões de lucros, receita e dividendos por ação foram superadas com folga. Nesses três meses que antecederam 28 de março, a Apple registrou uma receita de US$ 58 bilhões e, desse valor, saíram US$ 13,6 bilhões em lucro líquido. Os dividendos por ação ficaram em US$ 2,33.

A combinação desses valores, segundo a própria Apple, representa o segundo melhor trimestre fiscal da história da empresa, ficando atrás apenas do trimestre anterior, que abarcou as primeiras semanas de vendas dos novos iPhones.

Falando em iPhones, eles foram mais uma vez o motor do crescimento financeiro da Apple. A marca vendeu 61,2 milhões de smartphones nesse período, o que é 22 milhões a mais que no mesmo trimestre do ano passado.

A empresa foi muito bem também na venda de computadores pessoais, iMacs e MacBooks. Foram 4,5 milhões de unidades vendidas no período, o que representa um crescimento de 10% comparado a mesmo trimestre de 2014. O mais curioso disso é que o mercado mundial de computadores encolheu 5,2% nesses primeiros meses de 2015, mas esse resultado não atrapalhou o desempenho da Maçã. A App Store também puxou o lucro da empresa para cima.

O setor que não foi tão bem assim foi o dos iPads. A Apple vendeu 12,6 milhões de tablets nesse trimestre que passou. No mesmo período do ano passado, foram 16,4 milhões de iPads vendidos. A Apple ainda está liberando mais detalhes sobre seu relatório fiscal deste ano. Por isso, mais informações sobre a companhia podem aparecer até amanhã.

Cupons de desconto TecMundo: