Unindo-se a um notável grupo de executivos, cientistas, escritores, médicos, pesquisadores, políticos e celebridades, o CEO da Apple, Tim Cook, foi escolhido para integrar a lista das “100 Pessoas Mais Influentes” do mundo da revista TIME. O líder da Maçã havia sido escolhido pela última vez para esse renomado “hall da fama” em 2012, menos de um ano depois da morte de Steve Jobs, mas não voltou a fazer parte da seleção desde então.

“Não deve ter sido fácil para Tim Cook ocupar a imensa sombra lançada pelo falecido cofundador da Apple. Mas, com graça, coragem e uma imperturbável vontade de agir por si mesmo, ele levou a Maçã a uma lucratividade inimaginável – e a uma maior responsabilidade social. Ele está estabelecendo um novo padrão para o que os negócios podem fazer pelo mundo”, descreveu John Lewis, líder da luta por direitos civis e congressista norte-americano.

Segundo o político, o CEO da Apple é enfático em seu suporte ao direito de privacidade dos indivíduos e não apenas aceita a igualdade e os direitos LGBT, mas defende a mudança por meio de suas palavras e gestos. “Seu comprometimento com a energia renovável também está deixando nosso planeta um pouco mais limpo e verde para as gerações que ainda não nasceram”, conclui Lewis. Em 2014, Cook foi indicado para o prêmio “Pessoa do Ano” da TIME.

Quem mais?

Outros nomes famosos da indústria de tecnologia que foram escolhidos para a lista das “100 Pessoas Mais Influentes” da TIME, incluindo a CEO do YouTube, Susan Wojcicki, o líder da Microsoft, Satya Nadella, o cofundador do LinkedIn, Reid Hoffman e o criador e presidente da Xiaomi, Lei Jun. Algumas personalidades notáveis também incluídas são a atriz Emma Watson, a socialite Kim Kardashian, a política Hillary Clinton e o Papa Francisco, entre muitos outros.

Você pode conferir a lista completa com os nomes das personalidades escolhidas clicando aqui. Também é possível entender os critérios de seleção por meio do texto neste link (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: