Não é difícil encontrar quem acredite que estamos passando por um período de baixa inovação no mercado tecnológico, especialmente quando começamos a falar sobre a Apple. Ao longo dos últimos meses, com o lançamento do iPhone 5S e até mesmo do novíssimo iPhone 6, muitos afirmaram que a companhia morreu junto com o lendário Steve Jobs, já que os gadgets em questão não foram tão “revolucionários” e não acompanharam as expectativas do público.

Em uma rápida passagem ao Brasil para participar do Symantec Vision – evento sobre segurança da informação que ocorre hoje (12) em São Paulo capital –, ninguém menos do que Steve Wozniak desmentiu tais teorias. O cofundador da Apple afirmou que produtos inovadores não surgem todos os anos, sendo que muitas inovações na área de tecnologia são apenas incrementais. “Mesmo se Steve Jobs ainda estivesse entre nós, elas não apareciam todos os anos”, afirmou Woz, referindo-se às tecnologias revolucionárias.

Ainda assim, o cientista da computação se mostrou empolgado com alguns novos conceitos que vêm chamando a atenção no mercado, como o Google Glass, o computador Watson e o setor de Internet das Coisas (Internet of Everything ou IoE, no original em inglês). Ao longo de seu keynote, Woz comentou ainda sobre sua relação com Jobs, falou brevemente sobre as origens da Apple e afirmou que considera Edward Snowden um herói.

Cupons de desconto TecMundo: