Depois que centenas de fotos íntimas de diferentes celebridades caíram na internet, a Apple tem sido cobrada pela falta de segurança em seus produtos. Segundo informações do Buzzfeed, um hacker teve acesso às imagens após descobrir uma falha no iCloud, serviço da empresa utilizado para a hospedagem de arquivos na nuvem. Aparentemente, a Apple tem se mexido e começou a enviar emails para os assinantes do serviço toda vez que ele é utilizado em um novo browser externo.

Mesmo que o acesso esteja sendo feito por você mesmo, a empresa da Maçã decidiu que este tipo de uso é raro o bastante para que um email seja enviado. Certamente este alerta não é capaz de tornar o serviço imune a hacks ou semelhantes, mas eles podem te ajudar a descobrir quando a sua conta foi comprometida.

O movimento também é um sinal importante que mostra que a Apple está se comprometendo em tornar o iCloud um serviço mais seguro para os seus usuários. Também podemos esperar mais novidades neste campo amanhã, na conferência que a companhia fará para a imprensa.

Uma admissão de culpa?

Na semana seguinte ao incidente, uma porta-voz da Apple disse ao público que a empresa “leva muito a sério a privacidade e seus clientes e está investigando ativamente esses casos”. Antes mesmo de a falha ter se tornado de conhecimento público, supostamente ele foi corrigida, talvez no mesmo dia do vazamento das fotos. Contudo, alguns dias antes disso, o método de burlar a segurança do iCloud já era conhecido em fóruns do GitHub, por exemplo.

No fim das contas, esse pronunciamento da Apple está sendo encarado na internet como uma admissão de culpa, mas a empresa não falou nada nesse sentido, limitando-se a fazer uma investigação sigilosa.

Cupons de desconto TecMundo: