(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Se Tim Cook já fosse o CEO da Apple anos antes da morte de Steve Jobs, talvez a batalha judicial entre a empresa da Maçã e a Samsung não tivesse acontecido. A informação é da agência Reuters, a quem Cook teria declarado ter sido contra o embate na justiça à época que a Apple decidiu processar a empresa sul-coreana.

Há cerca de um ano, Cook deixou claro o seu posicionamento, afirmando que preferia resolver as coisas de maneira amigável sempre que fosse possível. “Eu nunca gostei de ir para a justiça disputar o que quer que seja e continuo não gostando disso”, destacou.

Quando o processo entre as duas empresas começou, Jobs havia acabado de utilizar o termo “guerra termonuclear” contra o Android e estava disposto a proteger as criações de sua empresa a qualquer custo. Com Cook esse pensamento não mudou, mas seu perfil abre espaço para que ambas as companhias continuem a parceria que acaba sendo rentável para os dois lados.

Cupons de desconto TecMundo: