Recentemente, surgiu na rede uma patente mostrando uma alternativa para a Siri trabalhar sem que o usuário precise, necessariamente, usar a voz para interagir com ela – o que pode ser uma boa para ambientes mais barulhentos (como campos de futebol) ou até mesmo em bibliotecas (onde, em teoria, as pessoas não deveriam conversar).

De acordo com o documento, a assistente virtual seria capaz de compreender mensagens escritas em uma tela e responder o usuário da mesma forma. Caso seja necessário realizar alguma ação, ela será feita antes de a inteligência artificial enviar o texto que dá continuidade à conversa.

Esta seria a forma de a Siri trabalhar utilizando mensagens de texto

Veja a seguir a descrição (um tanto quanto confusa, é verdade) da patente da Apple:

As entradas do usuário podem ser recebidas e, em resposta a elas, tais informações seriam mostradas como uma primeira mensagem na interface de usuário. Um estado contextual do dispositivo eletrônico correspondente à entrada exibida pelo usuário pode ser gravado. O processo pode causar uma ação que será realizada de acordo com a intenção relatada nessa entrada. Uma resposta baseada nessa ação seria mostrada como uma resposta na interface de usuário.

Vale lembrar que o simples registro da patente não significa, necessariamente, que essa ideia realmente saia do papel um dia. Entretanto, oferecer mais formas de usar a Siri certamente seria algo muito bem-vindo para diversos usuários dos dispositivos da Maçã.

Cupons de desconto TecMundo: