Anda curioso para saber a quantas o projeto do novo quartel-general da Apple? Sem problemas, já que um youtuber e especialista em filmagens aéreas está focando em capturar cada momento da construção desse segundo campus da Empresa da Maçã. Com um drone à tiracolo e uma ideia na cabeça, Matthew Roberts consegue dar uma ideia geral da dimensão absurda dessa empreitada da fabricante – tudo a belíssimos 4K de resolução. O capítulo mais recente da série vai além e mostra como a obra muda toda a paisagem local.

No passeio de agosto pelo nada humilde canteiro de obras da Apple, o editor parece ter guiado o seu DJI Phantom 3 Professional de modo a expandir ainda mais a visão a respeito do Spaceship Campus. Isso significa que, desta vez, o rapaz não se focou apenas no prédio central do projeto – que é gigantesco, chamativo e com um visual bastante arrojado, em formato de círculo –, preferindo dar um panorama geral da brincadeira e de como a companhia norte-americana planeja aproveitar de forma inteligente todo o terreno.

Como é possível conferir no vídeo acima, os funcionários da criadora do iPhone vão poder ter uma experiência renovada nesse novo ambiente, podendo adicionar uma boa dose de vida saudável no seu dia no trabalho, por exemplo. Isso porque, além de ser preciso dar uma bela caminhada para se deslocar de um ponto a outro do “escritório”, os colaboradores vão contar muito em breve com uma academia corporativa de mais de 9 mil metros quadrados e uma série de quadras de basquete e tênis.

Achar uma vaga para estacionar o carro nessa nova sede também não deve ser um problema, já que o estacionamento subterrâneo sendo construído pela empresa tem quase 200 mil metros quadrados. Esquecer onde o veículo foi deixado, no entanto, pode render uma certa dor de cabeça, já que a área pode abrigar cerca de 14 mil automóveis. Guaritas de segurança, centros de P&D, estruturas de manutenção, auditórios para visitantes e sequências titânicas de painéis solares – entre outros prédios – completam ao “pacote” do complexo.

O mais interessante é perceber como toda a terra acumulada em uma grande montanha é usada para cobrir determinados locais ou servir de base para as construções – sendo espalhada metodicamente por diversos pontos do terreno. Com um custo estimado em US$ 5 bilhões (R$ 15,7 bilhões), a tendência é que esse projeto do Apple Campus 2 adquira contornos ainda mais fantásticos. E aí, você curtiria viver em um lugar assim ou acha que é mais uma forma de a empresa “prender” os funcionários por mais tempo no local de trabalho?

Cupons de desconto TecMundo: