O termo youtuber é relativamente novo no mundo da tecnologia, mas já é conhecido por grande parte das pessoas. Segundo um relatório da Google, das 20 maiores celebridades do Brasil, 10 são youtubers e 2 são gamers. Não é à toa que grande parte dos criadores de conteúdo da plataforma de vídeo utilizam jogos como tema. Agora, também é possível gravar jogatinas direto do Android de forma nativa e enviá-las diretamente para o YouTube.

A partir de hoje, qualquer pessoa pode filmar a si mesmo jogando qualquer título mobile. A decisão é bem-vinda, principalmente se levarmos em conta os números de adesão da plataforma. Atualmente, há 1,4 bilhão de pessoas com um aparelho Android, sendo que, desse total, há 1 bilhão ativo no Google Play Games. Além disso, 83% dos aparelhos da América Latina contam com o sistema operacional da Gigante de Buscas.

Considerando essa quantidade enorme de jogadores, é compreensível a implementação da nova ferramenta. Não é qualquer um que tem um bom computador, um console, uma câmera para gravar a transmissão e um bom microfone, mas a parcela de jogadores que contam com tudo isso em um smartphone ou tablet é grande.

As outras soluções de filagem consistiam em utilizar apps de terceiros que, muitas vezes, requeriam um aparelho com root ou gambiarras, como a de utilizar emuladores e apks para atingir o mesmo resultado, coisas possivelmente complexas para os usuários comum.

Saiba como gravar

O recurso funciona nativamente com o aplicativo Google Play Games em qualquer Android 5.0 ou superior. Para começar a gravar – não confundir com streamar, pois o app não transmite ao vivo –, basta abrir o utilitário e escolher o jogo que você queira capturar. Na miniatura do título, selecione o ícone de gravação (bolinha vermelha) para o app executar com o balãozinho da câmera.

Nessa bolha, há três atalhos: o de começar a filmar (a ferramenta não grava automaticamente), o de mutar a voz e o de retirar o vídeo da câmera frontal, que filma o seu rosto durante a sessão de jogatina. É possível movimentar o balãozinho para qualquer canto da tela, tudo para não atrapalhar o conteúdo.

Antes de começar a produzir o gameplay, você pode escolher a qualidade final do vídeo, que pode ser em HD (720p) ou SD (480p). Por enquanto, o Google Play Games ainda não grava na resolução nativa do smartphone nem permite transmitir ao vivo.

Vale ressaltar que o app filma tudo o que é apresentado no display, incluindo trocar de aplicativos (sim, trocar para o Facebook não vai interromper a gravação e vai capturar a sua timeline), sons de notificações do WhatsApp e Messenger, alerta de emails e tudo o que você possa imaginar.

Depois que você terminar de filmar, basta clicar no ícone de gravação mais uma vez para que o vídeo seja salvo na galeria. Se você pressionar o popup do aplicativo, você será redirecionado para uma opção de ver o vídeo salvo na galeria ou de fazer o upload do conteúdo diretamente no YouTube, onde você pode efetuar uma edição básica, colocar filtros ou combinar músicas.

Primeiras impressões

Durante os nossos testes, utilizamos um Samsung Galaxy S6 edge e um Moto Maxx para filmar a jogatina. Durante o tempo gasto no game (utilizamos o Horizon Chase), não houve perda de desempenho, gargalo nem superaquecimento dos aparelhos. Tudo foi executado perfeitamente. O grande problema veio depois.

No Samsung Galaxy S6 edge, o áudio ficou perfeito e no tempo certo, mas, por algum motivo, o vídeo ficou acelerado. Isso descompassou o conteúdo inteiro e ficou impossível de ser utilizado. Testamos mais vezes e com outros jogos, mas todos ficaram iguais. A partir de certo tempo, a imagem congelou, e apenas o áudio continuou.

Já no Moto Maxx as coisas foram melhores, mas ainda apresentaram problemas. O vídeo ficou perfeito até a partida começar de fato. Durante a corrida em Horizon Chase, o conteúdo ficou parecendo que estava com lag (sim, lag de conexão), com frames voltando a cada segundo.

Você sabia que a partir de agora é possível gravar as suas jogatinas no Android? Comente no Fórum do TecMundo

Sem sombra de dúvidas, trata-se de uma ferramenta muito poderosa, mas ainda precisa ser refinada. Nós não tivemos a chance de testá-la em outros aparelhos, mas, se você já teve a chance de utilizar a plataforma, deixe os seus comentários abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: