Se você costuma utilizar um browser para navegar na internet, hoje, dia 13 de outubro, é um dia a ser comemorado. Isso porque 20 anos atrás, no ano de 1994, nascia o conceito de “navegador comercial” com o lançamento público do Netscape Navigator, o primeiro software da categoria a ser disponibilizado a todos os usuários da Grande Rede.

Criado por Jim Clark e Marc Andreessen, o Netscape nasceu no Vale do Silício, dentro das dependências da empresa Mosaic Communications Corporation. A companhia, liderada por Clark e Andreessen, emitiu um comunicado bastante curioso (para os nossos dias) sobre a liberação do navegador para todos, que seria feito como um Beta público.

Entre as melhorias mencionadas pelo documento, encontram-se recursos que, para nós, parecem piada:

  • Exibição de documento de forma contínua, permitindo aos usuários interagir com documentos enquanto eles ainda estão sendo baixados, em vez de esperar que todo ele seja carregado;
  • Acessos de rede múltiplos e simultâneos, permitindo que vários documentos ou imagens sejam baixados ao mesmo tempo;
  • Suporte nativo para o formato JPEG de imagem;
  • Otimização para funcionar, sem problemas, em conexões de 14,4 kilobits por segundo.

“Tornar o Netscape disponível gratuitamente para os usuários da internet é a maneira da Mosaic Communication de contribuir para o explosivo crescimento de aplicações de informação inovadoras na rede global. Nós esperamos que a facilidade de uso do Netscape ajude em outro grande salto no uso da internet, tornando-a uma ferramenta poderosa para uma maior quantidade de pessoas. Ao adicionar segurança e funcionalidades avançadas, o Netscape agora estabelece as bases para o comércio na rede”, lê-se no documento.

Porém, um dos feitos mais notáveis do Netscape foi dar início a essa grande guerra entre os navegadores e ter impulsionado a Microsoft a desenvolver o famigerado Internet Explorer. Hoje, apesar de o software nativo do Windows já ter dominado o segmento, a briga é bem mais acirrada e envolve concorrentes de peso como o Firefox e o Chrome.

O Netscape pode não ter sido a primeira alternativa do mercado, mas com certeza teve um papel muito importante na história dos navegadores. Por falar em “história”, que tal conferir o vídeo a seguir produzido exatamente nesta época em que os browsers comerciais estavam nascendo? Você vai agradecer muito depois de ver como as pessoas utilizam a internet antes do Netscape chegar.