Os anúncios em janelas popups são um dos itens mais odiados no mundo digital. Agora, o homem que inventou este recurso no meio dos anos 90 quer se desculpar.

Ethan Zuckerman, o chefe do Centro de Mídia Cívica do MIT, diz que não sabia o que estava trazendo para o mundo quando escreveu o código para o primeiro anúncio popup há mais de duas décadas, enquanto trabalhava para tripod.com. Veja o que ele escreveu no artigo a respeito do assunto para o site The Atlantic:

Ethan Zuckerman

A desculpa

“No final do dia, o modelo de negócio que nos foi financiado foi publicidade. O modelo que nós adquirimos estava analisando as páginas pessoais dos usuários para que pudéssemos melhor direcionar os anúncios para eles. Ao longo do caminho, acabamos criando uma das ferramentas mais odiadas do kit do anunciante: o anúncio popup.

Era uma maneira de associar um anúncio com a página de um usuário sem colocá-lo diretamente no site. O que os anunciantes se preocupavam era com uma associação entre a sua marca e o conteúdo da página. Especificamente, nós começamos com eles (popups) quando uma grande empresa de automóveis se assustou ao perceber que tinha comprado um banner em uma página que celebrava o sexo anal. Eu escrevi o código para ativar a janela e executar um anúncio fora desta página. Nossas intenções eram boas”.

Ainda hoje você encontra alguns popups pela internet, mas eles são poucos e distantes entre si. Graças ao Netscape e Opera, que foram os primeiros navegadores a adicionar bloqueadores de popup, a maioria dos browsers impede que os sites carreguem várias janelas de anúncios.

Cupons de desconto TecMundo: