Sites de leilão por centavo: vale a pena embarcar nesta nova moda?

Nem sempre o negócio é tão bom quanto parece.
  • Visualizações54.799 visualizações
Por Elaine Martins em 25 de Outubro de 2010

Vendido!

Os leilões sempre chamaram a atenção dos consumidores, uma vez que é possível adquirir produtos caros por valores bem abaixo do mercado. Quem nunca quis fechar um “negócio da China” e comprar algo realmente bom por um preço pequeno?!

De televisões a carros e imóveis, os leilões tornaram-se uma atividade comum. Com a popularização da internet e a evolução da tecnologia, a compra e venda de produtos por meio de lances ganhou versões virtuais, nas quais os interessados não precisam estar fisicamente presentes para arrematar uma mercadoria.

Com a chegada dos leilões à rede mundial dos computadores, uma nova categoria dessa atividade foi criada, o chamado leilão de um centavo. A ideia é praticamente a mesma: os usuários dão lances, a disputa pelo produto é grande, apenas um leva a mercadoria. Mas, como dito, a ideia é quase a mesma.

Os leilões de centavo

O que tem de diferente?

No leilão de centavo, o usuário que leva o produto não é aquele que dá o maior lance, mas sim o que dá o último. Para cada lance dado, o valor do produto é acrescido de um centavo, e uma unidade é descontada do seu pacote de lances.

de centavo em centavo

O tempo de duração do leilão vai depender do número de usuários que estiverem disputando o produto. Cada lance dado aumenta o tempo em dez segundos. Ou seja, quanto mais gente quiser arrematar a mercadoria, mais tempo o leilão fica aberto e menores são as chances de ganhar.

Pacote de lances?

Para concorrer a uma mercadoria, o usuário precisa antes adquirir um pacote de lances, que nada mais é do que um número determinado de lances que ele pode dar no site. O valor desse pacote varia de acordo com o site, bem como o número mínimo de lances que o usuário deve adquirir.

Alguns portais de leilão de centavo não vendem pacotes com menos de 100 lances. Outros, normalmente os serviços menores, permitem que o usuário compre 10 ou 20 lances. É justamente na ideia do pacote de lances que mora o lucro dos sites.

Lucros e parcerias

Vendas lucrativasComo explicado acima, os usuários precisam comprar os lances para poder participar de um leilão. A maioria dos portais vende cada lance a R$ 1.

Dessa forma, se um produto teve 6 mil lances, por exemplo, e o usuário que arrematou levou a mercadoria por R$ 60, o site vai lucrar R$ 6 mil, apenas com os lances. É dessa maneira que os portais de leilão de centavo lucram.

Outra forma de arrecadar dinheiro que os sites utilizam é por meio de parcerias com as lojas fornecedoras dos produtos. Dessa forma eles conseguem comprar produtos mais baratos e vendê-los por mais do que valem, sem que o usuário sinta isso diretamente.

Será que vale a pena?

A maior preocupação dos usuários quando o assunto é compra pela internet (não só leilões) é: “Será que dá para confiar e vale a pena?”. Com as notícias de fraude e roubo de dados mais frequentes no noticiário, é totalmente compreensível que dúvidas como essa surjam na cabeça dos consumidores.

E agora?Com relação à confiança nos portais de leilão de centavo, sempre há a internet para auxiliar na busca de informações a respeito dos sites. Por meio de qualquer serviço de pesquisa é possível verificar se há muitas reclamações ou não a respeito do site de leilões.

Há quem diga que os usuários vencedores dos leilões são, na verdade, usuários-robôs e que não há um ganhador real. No entanto, há também o outro lado, de pessoas que afirmam terem arrematado mercadorias novas por valores bem abaixo aos praticados no mercado.

Serviços mais conhecidos tendem a ser também mais confiáveis e a fazer tudo dentro das regras estabelecidas. Por essas razões, dê preferência aos sites mais populares desse tipo de serviço.

Como citado nos parágrafos acima, uma boa maneira de tirar algumas dúvidas a respeitos dos portais que está visitando é através de pesquisas na internet, mas as fontes de informações também devem ser respeitáveis e de confiança.

Caso resolva tentar a sorte e arriscar, comece por pacotes de lance pequenos, com valor mais baixo. O mesmo vale para os produtos. Dê preferência às mercadorias de preço mais baixo no começo. Se tudo der certo, pode ser que valha a pena arriscar em algo maior.

....

Se você, caro leitor, já tentou a sorte em um site de leilões de centavo, não deixe de contar sua história e compartilhar a experiência com os demais usuários.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!