Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Testamos a fundo os gerenciadores de transferências mais famosos atualmente. Descubra qual se provou o mais forte.
  • Visualizações375.575 visualizações
Por Felipe Gugelmin em 23 de Março de 2011

Baixar arquivos sem complicação e aproveitando toda a banda assinada é o sonho da maioria dos usuários da internet. Afinal, quanto menor o tempo de transferência de arquivos e programas, maior o tempo disponível para usá-los. Para isso, nada melhor do que uma seleção dos melhores softwares responsáveis por turbinar a conexão e acabar com limites de transferência.

Em 2009, realizamos um teste com os principais programas da época para determinar qual a melhor opção disponível. Porém, como tudo muda rápido no mundo da tecnologia, muitas reformulações e versões novas foram lançadas nesse tempo. Assim, nada mais natural do que fazer novos testes, mais adaptados ao ano de 2011.

Aproveite ao máximo a banda disponível

Apesar das promessas de alguns desenvolvedores de que os gerenciadores de download são capazes de entregar velocidades 10 ou 20 vezes maiores quando comparadas às ferramentas padrão do navegador, é preciso ir com calma. Por melhor que seja o programa, a velocidade de transferência nunca será maior do que aquela assinada com o provedor.

Programas do tipo na verdade servem como uma forma de quebrar os limites de velocidade impostos por servidores externos, aumentando assim a velocidade máxima de transferência. Ao dividir um arquivo em diversas partes, cada uma delas com uma conexão independente, se tem como resultado downloads mais rápidos do que o normal.

Por exemplo, ao usar uma conexão com 200 KB/s de velocidade máxima de download, pode ser que esse valor não passe de 100 KB/s em uma transferência, devido a limites no servidor em que o documento está hospedado. Com o gerenciador de arquivos, a banda que não é usada finalmente pode ser aproveitada – porém, nunca ultrapassando a velocidade máxima assinada.

Indispensáveis para conexões discadas

Uma característica dos gerenciadores que é especialmente útil para quem possui conexões mais lentas é a possibilidade de resumir transferências. Assim, fica fácil dividir um download grande em vários dias ou semanas, evitando ter que recomeçar tudo de novo em caso de instabilidade na conexão.

Os concorrentes: 5 nomes de peso que lutam pela sua preferência

Download Accelerator Plus

O gerenciador de downloads mais baixado pelos usuários do Baixaki, o Download Accelerator Plus traz a promessa de aumentar em 400% a velocidade das transferências. Com uma interface simples e recursos que quebram arquivos baixados em diversas partes, não é à toa que o programa há anos serve como referência em sua área de atuação.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Os destaques ficam pela tecnologia Mirror Speed Boost, que procura a internet em busca de novas fontes para transferências e para a integração com os navegadores Internet Explorer, Firefox, Opera e Netscape. Além disso, há um filtro especial para o Rapidshare que elimina muitas das restrições do site de hospedagem.

Como contrapartida, é preciso tomar cuidado na instalação para não adicionar outros programas indesejados. Além disso, o potencial do Download Accelerator Plus só é alcançado mediante a compra de uma licença, algo impensável para quem procura alternativas gratuitas.

Orbit Downloader

Mesmo tendo perdido um pouco de sua popularidade nos últimos tempos, o Orbit Downloader continua sendo um dos gerenciadores mais completos disponíveis atualmente. A automatização dos processos é o grande destaque, ao permitir o reinicio automático de transferências toda vez que a máquina é desligada ou reiniciada.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Além disso, o programa está recheado de opções extras, como a possibilidade de analisar a máquina em busca de atualizações para todos os softwares instalados. Isso sem contar com o gerenciador de tags versátil, que permite localizar facilmente todos os arquivos de mídia transferidos usando o software.

Provavelmente a única coisa a reclamar sobre o Orbit Downloader é que o excesso de ferramentas e menus disponíveis pode ser um pouco confuso. Não é um fator que vá incomodar quem simplesmente quer baixar arquivos, mas pode gerar dores de cabeça para quem insiste em personalizar todos os detalhes do aplicativo.

Free Download Manager

A promessa do Free Download Manager é oferecer downloads até 600% mais rápidos do que o convencional. Porém, o real destaque do programa fica por conta do suporte a downloads por torrents e o modo de transferência de vídeos hospedados no YouTube. Como bônus, há a possibilidade de automatizar praticamente qualquer operação desejada.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Outro diferencial fica por conta da possibilidade de enviar arquivos em vez de somente baixá-los – algo bastante útil para quem gosta de compartilhar produções. Para uma maior portabilidade, há ainda a alternativa de instalar o programa em um dispositivo portátil, livrando espaço útil na máquina para os downloads realizados.

Para finalizar, uma interface agradável (embora bastante semelhante a outras opções mostradas aqui) e um sistema de comentários tornam esta uma boa alternativa para qualquer usuário do Windows.

JDownloader

Um dos programas que mais sofreu mudanças de interface no decorrer dos anos, o JDownloader ganha cada vez mais destaque no mundo dos gerenciadores de arquivos. O foco do software são os sites de compartilhamento de arquivos, mostrando toda sua versatilidade especialmente quando é necessário baixar documentos grandes separados em várias partes.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Outro destaque em relação à concorrência é o suporte a vários sistemas operacionais, algo especialmente útil para quem usa diversas máquinas no dia a dia. Isso tudo dispensando qualquer tipo de instalação – ou seja, basta colocar o software em um pendrive para acioná-lo em praticamente qualquer lugar.

FlashGet

Embora tenha sido superado pelos oponentes em alguns quesitos, o FlashGet continua sendo uma das melhores opções na hora de acelerar transferências e gerenciar arquivos. Com suporte para os protocolos HTTP, FTP, BT e arquivos do Emule, o software conta com a técnica Pass4sure (P4S) para acelerar ainda mais seus processos.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

O programa é estruturado para se adaptar à forma como a internet é usada, o que significa que um download nunca vai tornar lento o carregamento das páginas. O único aspecto que pode incomodar um pouco é que é preciso arrastar o link até uma caixa com o ícone do programa – chamada de “Dropbox”-  para iniciar o gerenciamento.

Testando os competidores

Para garantir a integridade dos testes, todos os programas foram testados de forma individual a partir da mesma máquina. Além disso, o arquivo baixado (NVIDIA ForceWare Drivers) está hospedado em um servidor estável e sem limites de banda – a transferência foi realizada três vezes em cada programa, como forma de trazer mais precisão aos resultados.

Para os testes, foi usada uma conexão de internet NET Virtua dedicada com velocidade de 50 MB. Dessa forma, oscilações de velocidade são possíveis, especialmente em horários de pico. Além disso, foram mantidas as configurações padrão de cada programa, sem nenhuma modificação no número de conexões máximas ou limitações na velocidade.

Velocidade de transferência

Ao contrário dos testes realizados em 2009, o grande campeão no quesito velocidade foi o Download Accelerator Plus. Apesar de o programa oscilar sua velocidade de maneira constante, o desempenho médio de 5,5 MB/s deixou todos os concorrentes para trás. Em um respeitável segundo lugar está o FlashGet, que manteve uma média de download ligeiramente maior que os demais concorrentes.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?

Empatados em terceiro lugar estão o JDownloader e o Free Download Manager, que mostram um desempenho estável durante os testes realizados. De forma surpreendente, o Orbit Downloader mostrou o desempenho mais fraco entre os programas testados – a velocidade de 1,4 MB/s resultou em um tempo de transferência notavelmente maior.

Consumo de memória RAM

Quando o assunto é consumo de recursos do computador, o Orbit desbanca qualquer concorrente ao usar somente 2,8 MB de RAM durante sua operação. O Download Accelerator Plus e o Free Download Manager também apresentaram bons resultados, consumindo 7,8 MB e 15 MB, respectivamente.

Comparação: qual o melhor gerenciador de downloads?Por outro lado, o Flash Get (58 MB) e o JDownloader (surpreendentes 137 MB) consomem uma quantidade de recursos muito grande, se comparada aos demais concorrentes. Os valores são pequenos para quem possui uma máquina poderosa, mas podem influenciar o desempenho de computadores mais antigos, especialmente aqueles que ainda usam o Windows XP.

Conclusão

Quando o quesito é velocidade, o Download Accelerator Plus não teve nenhum problema em destruir os concorrentes. Apesar da grande variação apresentada na velocidade, nenhum competidor se deu tão bem na hora de transferir o arquivo selecionado para testes.

Os demais concorrentes apresentaram um desempenho geral bastante semelhante entre si, com média de 2,7 MB/s. O único que decepcionou nesse sentido foi o Orbit, que apresentou velocidades muito próximas aos de downloads realizados pelo próprio navegador, o que torna difícil justificar seu nome de “acelerador”.

No geral, os programas mais recomendados para quem deseja conciliar velocidade e bom desempenho são o Download Accelerator Plus e o Free Download Manager. Claro, algumas características da concorrência fazem falta, mas nada realmente relevante quando o assunto é aproveitar ao máximo a banda disponível na hora de transferir arquivos.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!