Como descobrir a extensão de arquivos desconhecidos

Baixou ou encontrou dados com extensão desconhecida em seu computador? Saiba para que eles servem e como utilizá-los.
  • Visualizações28.644 visualizações
Por Felipe Demartini em 12 de Outubro de 2010

Como uma rápida busca no Baixaki é capaz de revelar, existem milhares, senão milhões de aplicativos no mercado, a maioria deles funcionais e úteis para as mais variadas funções. Cada atividade, porém, tem sua extensão de arquivo própria, como o HTML para a internet, o DOC para arquivos de texto e o JPEG para imagens, e estes são apenas três exemplos entre os formatos mais comuns.

Mas o que fazer ao se deparar com um arquivo de formato desconhecido? Esse tipo de evento pode se transformar em uma tremenda dor de cabeça, já que é praticamente impossível ter instalado no computador aplicativos capazes de utilizar todas as extensões existentes. Com alguns truques simples, porém, é possível identificar rapidamente as extensões e não passar mais apuros na hora de abrir arquivos desconhecidos.

O Windows, por padrão, oculta automaticamente a extensão de arquivos conhecidos e exibe as dos dados desconhecidos, de forma a agilizar o processo de identificação. Assim, fica fácil verificar quais são os formatos que o sistema não é capaz de abrir por si só, e buscar soluções para o problema.

O Windows exibe automaticamente a extensão de arquivos desconhecidos

Para identificar e utilizar

O Windows possui uma opção integrada de buscas por formatos desconhecidos. A função normalmente funciona quando utilizada com extensões comuns, mas costuma ser ineficiente com as mais obscuras.

Para utilizá-la, basta clicar duas vezes sobre o arquivo que você deseja executar, e selecionar a opção “Usar o serviço da Web para encontrar o programa correto”. Caso o formato esteja catalogado no banco de dados da Microsoft, serão exibidas informações sobre o uso do formato e quais aplicativos são capazes de utilizá-lo.

Resultado de uma busca pelo serviço da Microsoft

Uma simples busca no Google também é capaz de auxiliar o usuário a saber mais sobre os dados desconhecidos. A Wikipédia, por exemplo, é uma boa fonte de informação e, com uma simples busca, revela qual o programa utilizado para executar o formato desejado.

Para quem deseja informações mais detalhadas, o site FileInfo.com é ideal. O banco de dados do serviço conta com milhares de formatos de arquivo, e é praticamente impossível encontrar um que não esteja catalogado. A busca é simples, e os resultados são exibidos rapidamente.

Resultados do FileInfo.com

O site apresenta uma descrição sobre o arquivo buscado, revelando o que pode estar contido nele e qual o principal aplicativo que pode ter sido utilizado para produzi-lo. Além disso, o serviço indica uma série de softwares, entre gratuitos e pagos, capazes de trabalhar com o formato. A lista exibe programas para Windows, Mac e Linux.

Uma terceira maneira, mais complexa, de identificar formatos desconhecidos é abri-los com o Bloco de Notas. Normalmente, os arquivos retêm informações sobre o aplicativo utilizado para cria-los, e estes dados podem ser lidos em meio à série de códigos que é exibida.

Em meio aos códigos está o aplicativo usado para gerar o arquivo

Após identificar o aplicativo necessário, basta realizar uma busca no Baixaki para encontrar uma série de programas úteis para trabalhar com o formato antes desconhecido.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!