Desde 2006, o YouTube tem conseguido excelentes números e não demorou para se tornar o maior de todos os sistemas de armazenamento e reprodução de vídeos online do mundo. Imagine todos os vídeos que você já viu no serviço de streaming! Se fôssemos somar tudo o que já foi reproduzido por lá, teríamos horas e mais horas — ou dias e mais dias — de conteúdo sendo executado.

Não é difícil se lembrar de vídeos que fizeram sucesso. Basta acessar o Facebook ou qualquer outra rede social para vermos os conteúdos sendo compartilhados. Um minuto e os filmes postados começam a pular às centenas de visualizações. Sabendo disso, fica até difícil acreditar que existem vídeos que acumulam menos de 100 execuções no YouTube. Mas a grande verdade é que eles são a maioria.

Em 2009, mais de 50% dos vídeos postados no YouTube possuíam menos de 500 visualizações. Segundo o Business Insider, naquele período isso representava um número muito menor de conteúdos do que temos hoje, o que fez com que a quantidade de vídeos “no limbo” ficasse ainda maior. Você está curioso para saber mais sobre eles? Então confira o que preparamos neste artigo.

Por que vídeos que fazem sucesso?

Alguns meses atrás, nós trouxemos um artigo que mostrava quais eram as diretrizes que um vídeo viral geralmente seguia para atingir esse status. É claro que não existe uma “fórmula mágica”, mas, como fica claro, há fatores que contribuem muito para que os conteúdos sejam disseminados com mais facilidade: apelo emocional, histórias positivas, inspiradoras, exemplos de superação, conteúdos engraçados, espontaneidade...

Pode haver um ou outro fator deixado de lado em alguns momentos, mas, se todos forem ignorados, dificilmente o conteúdo será levado adiante. O que nos leva a perguntar: qualquer um pode fazer um vídeo de sucesso? A resposta é “sim”. Felizmente, a internet é bastante democrática nesse sentido e há chances para todos. Mas agora vamos falar dos vídeos sem sucesso. Daqueles abandonados até mesmo pelos criadores.

Esses são os vídeos que estão “abandonados no limbo” da internet. Ocupando preciosos megabytes dos servidores de streaming, vídeos completamente estranhos fazem parte do “dispensável” para a grande maioria das pessoas. Eles não são legais e nem bizarros o bastante para serem compartilhados. Eles são apenas vídeos.

O que existe no limbo?

Esqueça os vídeos de bandas famosas ou apresentações de stand-up comedy a que você costuma assistir no seu computador. O submundo dos vídeos com poucas visualizações é muito diferente. Lá estão milhares de filmes de crianças praticando esportes e gravados por pais que apenas publicam seus “DSC00000383.mp4” que existem aos montes no YouTube.

Quer mais exemplos? Vídeos de pessoas dançando em casamentos não são raros por lá. E, com exceção daqueles que foram feitos depois de horas de ensaio — e resultaram em coreografias incríveis —, dificilmente alguém vai querer ver padrinhos, noivos e familiares dançando uma valsa comum. Aí temos mais uma grande leva de filmes que chegaram ao YouTube e foram renegados pelo público.

Como diz o Gizmodo, também há uma enorme quantidade de vídeos que foram parar no YouTube e isso não significa, necessariamente, que os responsáveis sabem disso. Realmente existem algumas pessoas que realizam a gravação intencionalmente, mas acabam compartilhando no YouTube pelos celulares, sem querer. São raros os casos em que isso significa sucesso.

Em resumo, os vídeos que caem no esquecimento seguem alguns padrões bem visíveis: são filmes com o som muito ruim ou gravações de áudio no escuro. Podem ser filmagens ruins da televisão para mostrar jogos de video game ou mesmo programas de TV. Costumam não ter qualquer tipo de edição e nem apelo público. Ou seja, são vídeos que geralmente só interessam ao próprio criador.

Como encontrar exemplos?

É quase certo que você tenha ficado curioso para conhecer alguns dos vídeos mais abandonados da face do YouTube. Felizmente, existem alguns serviços na internet que são responsáveis por reunir esse tipo de conteúdo de uma maneira muito simples. O site Underviewed reúne vídeos com nomes padrão das câmeras digitais com “0 visualizações”. Ou seja, nem mesmo quem o fez sabe que ele está lá.

Outro exemplo bem interessante é o Petit Tube. Ele traz vídeos aleatórios e que não possuem visualizações. Não é possível escolher os filmes que serão exibidos, mas é quase certo de que você será a primeira pessoa do mundo a ver cada um deles — uma vez que o site utiliza mecanismos automáticos e não envia o mesmo material para duas pessoas. O vídeo abaixo é um exemplo diretamente vindo de lá.

Por fim, um Tumblr chamado 0 Views traz boa parte desses vídeos também. Ele não é atualizado desde abril do ano passado, mas é interessante conhecer alguns dos exemplos que podem ser encontrado por lá. Como já faz tempo que os vídeos foram postados, são grandes as chances de que eles tenham alguns milhares de acessos.

Esclarecimento: Vale dizer que, ao abrir os vídeos que postamos neste artigo, você encontrará muitos deles com mais visualizações. Isso acontece porque no momento em que selecionamos os materiais, eles foram assistidos, é claro. Mais do que isso, os leitores do TecMundo também contribuíram para fazer com que eles saiam do limbo do YouTube.

Exemplos interessantes

Ao longo deste artigo, você viu uma série de vídeos que representam tudo o que nós falamos. Mas é claro que nós queremos mostrar muito mais exemplos. Por isso, confira agora cinco vídeos com pouquíssimas visualizações e que nos fazem entender um pouco mais os motivos pelos quais a internet é tão incrível.

1. Oi, vitrola!

2. Atravessando a rua

3. Bem vindo, Eriksen

4. Criança e macarrão!

5. Acelera fundo!

O que existe do outro lado do limbo?

É claro que existe um outro lado do YouTube. Um lado que não atende a nenhum dos pontos positivos e necessários para que um conteúdo seja bem visto, mas que mesmo assim se tornou viral. Estamos falando dos inúmeros exemplos de vídeos totalmente bizarros — e até mesmo perturbadores — que existem no serviço.

Há quem diga que “no oceano da internet, o YouTube é um atalho para a deep web”. Isso acontece porque há muitos vídeos não listados e que só conseguem ser disseminados por causa de grupos restritos de pessoas. Felizmente, equipes de moderação garantem que muitos desses materiais não cheguem ao grande público, ficando apenas nas camadas mais profundas da web.

.....

O que você achou desse universo novo de vídeos abandonados no YouTube? Será que você já conhecia alguns deles e outros exemplos de materiais que ficaram esquecidos nos servidores do serviço? Você deve conhecer alguma história legal sobre isso tudo, não é mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: