(Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Após banir o acesso ao Twitter dentro de seu território nacional, a Turquia decidiu que o YouTube também não poderia mais ser visto pelos cidadãos do país. A decisão, realizada na semana passada, surgiu como uma resposta ao fato de que o Google não cumpriu a determinação que exigia a eliminação de todos os vídeos que exibiam alguma crítica aos políticos locais.

Segundo o site Hurriyet Daily News, isso forçou a empresa a iniciar uma batalha legal contra o governo do país. Além de ter registrado uma reclamação junto à Corte Constitucional da Turquia, a companhia entrou com uma apelação cujo objetivo é reverter totalmente a decisão que baniu o acesso ao site de vídeos.

Em uma declaração enviada ao Engadget, o YouTube afirma que está muito desapontado com o fato de que atualmente ainda existam governos que utilizam ativamente a censura à liberdade de expressão. Vale notar que o precedente estabelecido pelo Twitter, que conseguiu voltar a operar normalmente no país, serve como indício de que a Google pode obter uma decisão favorável na disputa judicial.

Cupons de desconto TecMundo: