Se você adora acompanhar seus produtores de conteúdo favoritos no YouTube e tem a intenção de iniciar seu próprio canal no site um dia, saiba que a vida de um youtuber não é um mar de rosas. Além de ser preciso ter disciplina e criatividade para fazer tudo dar certo, lidar com disputas de direitos autorais, comentários desagradáveis e toda burocracia da plataforma pode ser desgastante até mesmo para os mais resilientes. Para dar uma aliviada nisso tudo, a Internet Creators Guild surge como uma espécie de grupo de apoio para os youtubers.

Não é raro que canais pequenos ou que começam a crescer enfrentem uma série de problemas nessa “adolescência” de seus projetos. Strikes por conta do uso de cenas de filmes ou séries em seus clipes, busca incessante por músicas gratuitas para servirem de trilha sonora dos vídeos e avaliação constante dos dados de analytics para descobrir o que o seu público quer são apenas alguns dos elementos que o entusiasta da produção de conteúdo para a internet acaba encarando inevitavelmente em sua jornada online.

O ICG pode ser o início de um movimento que fortalece os youtubers em início de carreira

Essas dificuldades extras fazem com que muitos deles acabem recorrendo às networks para conseguir suporte, um acervo maior de conteúdo de apoio e até aconselhamenteo legal para casos mais complexos – como processos de megacorporações hollywoodianas ou fonográficas. Porém, e o pessoal que ainda não tem tamanho ou cacife suficiente para pleitear seu lugar nesse ecossistema? Não há um sindicato a quem eles possam recorrer? A ideia por trás da Internet Creators Guild é mais ou menos assumir esse papel.

Recursos para você

Calma, a ICG não é exatamente um sindicato e, inclusive, eles fazem questão de deixar isso claro em sua página de perguntas e respostas. Porém, isso não impede que eles ofereçam um serviço que, por uma fração muito menor que a abocanhada pelas networks – afinal, a tarifa de assinatura anual do grupo fica na faixa dos US$ 60 (R$ 192) –, proteja o youtuber de mal-entendidos, problemas e outros pepinos que assolam um terreno tão novo e ainda repleto de brechas e desencontros como o YouTube.

Assim, além de prestar suporte jurídico no caso de abusos de grandes companhias para cima de canais pequenos, o serviço promete ser uma referência para os youtubers em crescimento, se focando principalmente em educar seus membros e criar uma comunidade forte e colaborativa. Segundo o site da ICG, os assinantes terão acesso a casos, estratégias e informações a respeito de temas variados, que vão de como evitar de ter seu canal hackeado até os princípios de fazer dinheiro no site de vídeos da Google.

Outras das vantagens incluem notícias variadas sobre a produção de conteúdo, análise de tendências e dicas de desenvolvimento de produtos

Explicações a respeito de contratos com patrocinadores, relacionamento com agências e o que um anunciante poder exigir dos seus vídeos também fazer parte do pacote básico de recursos do grupo. Outras das vantagens incluem notícias variadas sobre a produção de conteúdo, análise de tendências e dicas de desenvolvimento de produtos – com podcasts, newsletters periódicas e mais alguns agradinhos complementando a experiência do internauta. O suporte a podcasters, bloggers e até mesmo viners está previsto para ser incluído no futuro.

Time de peso

Ainda que todo o conteúdo da ICG esteja em inglês – e não haja qualquer perspectiva para que esse material seja traduzido para outros idiomas –, a guilda espera receber assinantes de toda a parte do mundo. Para se tornar um membro e fazer parte da comunidade que já conta com mais de 400 participantes em seu primeiro mês de vida, basta visitar este link, adicionar seus dados, pagar a contribuição anual e aproveitar o serviço para fazer seu canal ganhar força. Será que isso pode finalmente dar voz aos pequenos produtores de conteúdo?

Hank Green: um dos apoiadores do projeto, youtuber e irmão do autor de "A Culpa é das Estrelas"

Vale notar que, para dispersar um pouco da nuvem de dúvida que pode assolar os mais desconfiados em relação a uma iniciativa como essa, a ICG conta com um conselho bastante, “estrelado”. Na direção, estão uma série de youtubers e influenciadores digitais das mais diversas áreas, com muitos deles já tendo passado por cada estágio e problema ao longo do caminho. Entre os consultores da empreitada também é possível encontrar nomes de peso, como Hank Green – irmão de John Green e cocriador do canal Vlogbrothers – e Casey Neistat.

Cupons de desconto TecMundo: