Com grande foco em games, a quarta geração do Apple TV vai vir para brigar em uma categoria na qual a empresa de Cupertino não está habituada a competir. Muito semelhante a um console de mesa e com controles parecidos com os do Nintendo Wii, esse novo dispositivo da Maçã terá como concorrentes os já estabelecidos Xbox One, da Microsoft, e PlayStation 4, da Sony.

Mas como as duas empresas pretendem barrar os avanços da Apple no mercado de video games? Apesar de ainda não estarem muito claros quais são os objetivo da dona do iPhone nesse segmento, não podemos negar que a empresa se sai muito bem em quase todas as categorias em que atua. Se ainda considerarmos que o Apple TV vai custar menos que os concorrentes, a situação tende a ficar mais complicada. Diante desse quadro preocupante, a Microsoft já prepara um plano para salvar o Xbox One da investida da Apple.

A união do Windows 10 e Xbox One é uma das iniciativas da Microsoft para barrar os planos da Apple.

Windows 10, o salvador

De acordo com alguns rumores, o plano da Microsoft é liberar o Windows 10 como uma atualização para cada um dos 15 milhões de consoles que a empresa já vendeu. Essa iniciativa seria colocada em prática nos próximos meses, permitindo que o video game fosse capaz de executar qualquer jogo da plataforma Windows – e é aí que está a "cereja do bolo".

Em outras palavras, esse plano transformaria o Xbox One no companheiro ideal para a sala de estar, reunindo as funcionalidades e todos os jogos de um computador com as exclusividades e praticidade do console de mesa. Com o tempo, o video game se transformaria em uma opção "barata" e otimizada para rodar os games, além de ser um PC eficiente para tarefas cotidianas – como navegação na web, reprodução de vídeos e filmes, além de outras atividades.

O streaming de jogos em "mão dupla" vai ajudar a Microsoft a roubar a cena no mercado de entretenimento.

O streaming de "mão dupla" é apenas uma das iniciativas que vai pavimentar o caminho para esse plano. Com esse recurso, qualquer dispositivo com o Windows 10 conseguirá executar os jogos – ou qualquer funcionalidade – do Xbox One instalado em sua sala de estar, que também estará rodando o sistema operacional da Microsoft. A capacidade multiplataforma entre dispositivos móveis é outra medida inteligente nesse sentido.

E a Sony?

A vantagem desse plano da Microsoft, que tem como objetivo principal deter as investidas da Apple, é poder desbancar a Sony no segmento de entretenimento. Hoje, o PlayStation 4 domina o mercado com 25 milhões de unidades enviadas aos consumidores. Se o Xbox One conseguir abraçar a vasta biblioteca dos computadores, é muito provável que a dona do Windows 10 consiga virar o jogo.

Cupons de desconto TecMundo: