Entrando no mês de junho, nos aproximamos cada vez mais do primeiro grande evento da Apple para o ano: o Worldwide Developers Conference 2017 – ou, simplesmente, WWDC 2017. Embora estejamos falando de um encontro criado quase que exclusivamente para o interesse dos desenvolvedores adeptos do ecossistema da Maçã, é claro que a feira pode trazer muitas novidades – e até algumas boas surpresas – para os consumidores.

Promovida anualmente desde 2006 pela companhia sediada em Cupertino, a WWDC possui um histórico generoso e bastante amplo de lançamentos, indo desde versões renovadas do MacBook Pro e atualizações do iOS até a chegada de novos iPhones e aplicativos mobile. Nos últimos anos, porém, os hardwares têm sido deixados um pouco de lado em detrimento de melhorias e novidades de softwares e plataformas da casa.

O McEnery Convention Centre deve receber a Apple em breve

Claro que isso não significa que a WWDC 2017 não possa fugir um pouco da regra e trazer alguns produtos já bastante esperados pelos usuários e que andam aparecendo em uma série de vazamentos recentes. E aí, vamos conferir o que pode ser apresentado pela Apple no evento que rola entre os dias 5 a 9 de junho?

Prepare-se para um novo iOS

O iOS 11 deve ganhar uma boa revitalizada visual

Sim, amigos! Tão certeiro que não pode ser considerado nem uma aposta, o evento deve ter como grande estrela do dia – pelo menos no segmento de software – a 11ª grande iteração do sistema operacional da Maçã. Segundo rumores recentes, a ideia é que o iOS 11 ganhe uma boa revitalizada no seu visual – embora nenhum detalhe a respeito dessas mudanças tenha sido divulgado até o momento.

Além disso, é bastante provável que o sistema finalmente ganhe um Dark Mode oficial, permitindo que a maior parte dos menus seja convertida do tradicional branco para a cor preta – poupando seus olhos e até mesmo um pouco da bateria do aparelho. A Siri também pode ser afetada com o update, ganhando um tom ainda mais natural e ficando mais esperta com melhorias em seus mecanismos de machine learning e inteligência artificial.

Novidades nos apps

iMessage chegando ao Android?

Com o iOS 11 no horizonte, é claro que os aplicativos da casa não poderiam ficar de fora de algumas bem-vindas atualizações. O teclado virtual da plataforma mobile, por exemplo, tem tudo para ganhar algumas melhorias substanciais, fazendo frente até mesmo aos recursos do poderoso Gboard – da Google – no iOS.

Por falar nesse pingue-pongue entre as duas concorrentes, é quase certo que a Apple também pode invadir o território do Android com um de seus produtos mais tradicionais: o iMessage. Segundo fontes próximas à indústria, a Empresa da Maçã já vem trabalhando há algum tempo em protótipos do app para a plataforma da Google, testando tanto um visual mais próximo do iOS quanto uma edição completamente adaptada ao Material Design.

macOS renovado

Outro item calejado na WWDC é o macOS, o sistema operacional da casa para desktops e laptops. Aqui, a probabilidade mais alta é que seja apresentada a versão 10.13 da plataforma – embora a empresa possa querer inovar e numerar o produto da mesma forma que seu irmão mobile, nomeando ele de macOS 11.

Diferentemente de versões anteriores, no entanto, não se sabe muito a respeito das novidades esperadas para o sistema. Claro que os rumores não deixam de especular sobe esse tema. O mais recente deles diz que a Apple finalmente pode implementar seu novo sistema de arquivos, o APFS, nessa edição renovada do macOS.

Na TV e no seu pulso

Claro que a Apple tem outros sistemas sob seu guarda-chuva, e tudo indica que eles também podem ser contemplados na conferência. As Apple TVs, por exemplo, devem receber o tvOS 11. Mesmo sem grandes detalhes sobre a plataforma, a ideia pode ser dar ouvidos aos clamores dos usuários e finalmente se dobrar a recursos como resolução 4K, sistema de áudio Dolby Atmos, maior integração com a Siri e suporte a conteúdo HDR.

O update do tvOS pode trazer uma bela leva de novidades às telonas

Os relógios inteligentes da casa, por sua vez, podem acabar contando com o watchOS 4. Com ele, os Apple Watches devem ganhar melhorias de desempenho, refinamento de interface, mais opções de watch faces e, possivelmente, uma série de novos aplicativos dedicados.

Uma Siri para chamar de sua

A Apple resolveu bater de frente com a Google e a Amazon

O rumor mais quente do momento é que a Apple finalmente resolveu bater de frente com a Google e a Amazon na disputa dos lares dos consumidores. A ideia, então, seria oferecer um gadget que concorresse diretamente com dispositivos como Google Home e Amazon Echo. Do mesmo modo que suas adversárias – com o Google Assistant e a Alexa –, a Empresa da Maçã deve usar a assistente pessoal da casa para servir de base para o aparelho.

Assim, o possível Siri Speaker deve ser o mais novo hardware a fazer parte do ecossistema da Apple, trazendo a experiência do software para uma forma física e mais acessível para o usuário comum. Boatos dizem que o aparelho pode utilizar um sistema de reconhecimento facial para diferenciar cada indivíduo em uma casa para poder oferecer configurações personalizadas a todos deles.

MacBook em três sabores

O velho MacBook Air precisa de mais um pouco de amor, não é mesmo?

Por falar em hardware, o produto dessa categoria mais provável de aparecer na WWDC 2017 é o laptop da casa. Ah, e não estamos falando de apenas uma versão do equipamento, mas sim de um trio contemplando todas as linhas atuais do item. Na prática, isso pode significar um upgrade pequeno na série Pro, um novo modelo do MacBook tradicional e até o retorno da saudosa família Air.

Segundo a Bloomberg, há chances altíssimas, por exemplo, que a Apple apresente um MacBook Pro de 12 polegadas já com os processadores Kaby Lake – os CPUs de 7ª geração da Intel. De acordo com as fontes do portal, o novo MacBook também terá a mesma medida de tela e configurações parecidas com as do seu irmão mais parrudo. O MacBook Air, por sua vez, pode ser revivido com o design atual da empresa.

iPad: maior e melhor?

Ainda é difícil dizer se a nova edição do iPad Pro vai dar as caras na conferência da Apple, mas rumores indicam que isso pode acabar roubando a cena no evento. Com o possível nome de iPad Pro 2, o tablet deve trazer tela de 10,5 polegadas, um hardware ainda mais potente que o do seu antecessor e a segunda geração do Apple Pencil.

Se isso se confirmar, o gadget pode acabar se tornando uma bela opção para quem realmente quer substituir o PC por um dispositivo menor ou para artistas que querem uma alternativa às mesas digitalizadoras da Wacom.

Quem aí quer um sucessor para o iPad Pro, hein?

Melhor não alimentar esperanças...

Dificilmente a Apple vai queimar todos os seus cartuchos

Os rumores sobre a Apple e a WWDC 2017 não dão descanso, sugerindo desde o lançamento de novos iPhones até uma renovação dos computadores de mesa da marca. O fato, porém, é que dificilmente a Empresa da Maçã vai queimar todos os seus cartuchos em uma conferência mais voltada para desenvolvedores.

Sendo assim, a não ser que a Apple enlouqueça de vez, a edição de aniversário do iPhone – seja ela o iPhone 8 ou iPhone X – está completamente fora da jogada. O mesmo pensamento vale para os boatos em torno do suposto iPhone SE, que, segundo especulam, pode trazer um novo design e traseira em vidro quando finalmente for disponibilizado.

Ainda não deve ser o momento do iPhone 8 brilhar

Clássicos como o Mac Mini e o iMac em novas encarnações também podem ser descartados do evento, assim como gadgets nos moldes de Apple Watch e Apple TV. Ok, tudo isso pode parecer bastante triste para os fãs da marca em um primeiro momento, mas talvez signifique que teremos um evento ainda mais grandioso no segundo semestre de 2017.

E aí, quais são as suas apostas para o WWDC deste ano? Esquecemos de algum vazamento ou boato sobre o portfólio da Apple? Deixe a sua opinião sobre o tema mais abaixo, na seção de comentários, e não esqueça de conferir a cobertura completa do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: