Em setembro, a Microsoft finalmente revelou o Windows 8, o seu novo sistema operacional voltado para tablets e aparelhos touchscreen, mas que também poderá ser usado em computadores convencionais.

De lá para cá, muito tem se especulado sobre as suas novas funções e recursos e que novidade essa nova edição deve proporcionar em nosso dia a dia. Há quem diga que essa plataforma com certeza decepcionará os usuários, devido ao histórico da empresa de lançar versões boas e mal vistas de maneira alternada.

Todavia, muitas pessoas acreditam que a plataforma será revolucionária e mudará a forma como interagimos com os sistemas operacionais. Opiniões à parte, neste artigo resolvemos explorar as principais funcionalidades do Windows 8 que podem fazer com que ele acabe com tais desconfianças e recolocar a Microsoft como um organização extremamente competitiva.

1. Unindo PCs, smartphones e consoles

A empresa atualmente administrada por Steve Ballmer pretende unificar suas plataformas com o Windows 8. Em teoria, esse sistema operacional terá total compatibilidade com o Windows Phone e o Xbox 360 – o SO móvel e o console da marca, respectivamente.

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Dessa forma, os desenvolvedores não precisariam desenvolver versões dos seus programas ou jogos específicas para cada uma dessas plataformas. Devido a essa maior facilidade na adaptação dos softwares e games para diversos aparelhos, a expectativa é que a indústria dos games volte a investir pesado em títulos e os desenvolvedores procurem criar mais ferramentais úteis para os seus dispositivos.

2. Sensível ou não ao toque

É certo que o Windows 8 terá suporte tanto para aparelhos com telas sensíveis ao toque como aqueles que não possuem essa característica. Além de abranger um maior número de dispositivos que podem recebê-lo, esse sistema operacional deve oferecer maior praticidade aos usuários, os quais podem escolher usar a plataforma tanto em seu PC como tablet, por exemplo. Isso também deve lançar uma variedade enorme de gadgets com o SO no mercado, alavancando o número de vendas da Microsoft.

3. Sincronização

Um dos recursos mais aguardados para o Windows 8 é a ferramenta de sincronização de dados. Por meio desse mecanismo será possível ter os mesmo aplicativos, drivers, itens de personalização, entre outros utilitários do seu computador de casa na máquina do seu escritório sem ter que instalá-los novamente.

4. Virtualização com o Hyper-V 3.0

Em seu novo sistema operacional, a Microsoft adotou um novo formato para a virtualização de discos: o Hyper-V 3.0. Essa ferramenta provê uma infraestrutura completa e eficiente para o gerenciamento de ambientes virtuais para servidores. Com isso, a empresa busca retomar o mercado empresarial, o qual tem perdido para as distribuições do Linux. Além disso, devem surgir reformulações na arquitetura da plataforma para a administração de redes.

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

5. Passando para a telona

O Android, sistema operacional móvel da Google, oferece um recurso com o qual aparelhos portáteis podem ser conectados a monitores e TVs – como é o caso do Motorola ATRIX 4G. Assim, você pode utilizar o seu smartphone como se fosse um PC. A nova versão do Windows deve contar com essa mesma funcionalidade, permitindo que a plataforma seja reproduzida dos tablets diretamente para equipamentos com telas maiores.

6. Mais leve do que nunca

A Microsoft jura de pés juntos que o Windows 8 será mais leve que o seu antecessor, o Windows 7. Como a plataforma foi desenvolvida para ser utilizada também em aparelhos dotados com arquitetura ARM (presente nos dispositivos portáteis), ela precisa consumir o mínimo de recurso de hardware. Existem publicações oficiais da empresa que especulam a inicialização desse novo SO em apenas dois segundos.

7. Nas nuvens

Assim como o Mac OS X Lion, o Windows 8 deve oferecer ótimas opções de computação nas nuvens. A nova plataforma explorará melhor o Windows Live para que você possa armazenar informações, atualizações e outros tipos de conteúdo na web. Com isso, a transição entre computadores se torna mais prática, rápida e agradável.

8. Internet Explorer 10

Para finalizar, outro atrativo de peso da nova versão do Windows é o Internet Explorer 10. O navegador padrão da Microsoft contará com suporte para as principais tecnologias utilizadas na construção de páginas e serviços online, como HTML5, CSS3, Adobe Flash e Siverlight.

Porém, o grande diferencial da nova versão do IE é a sua interface – capaz de proporcionar uma experiência de navegação mais imersiva. A velocidade da décima geração do browser também tem ganhado elogios. Leia neste artigo como foi nosso primeiro contato com essa edição do navegador.

Mais sobre o Windows 8

A Microsoft ainda não anunciou a data de lançamento do seu mais recente SO. Rumores apontam que uma versão beta estará disponível a partir de janeiro, contudo, o Windows 8 deve aparecer nas prateleiras das lojas somente em agosto do ano que vem.

Se você, leitor e entusiasta, não tem paciência de esperar tanto tempo para experimentar as novidades do novo sistema operacional, é possível ter uma prévia do que vem por aí com o Windows 8 Developer Preview – uma versão pré-Beta da plataforma. Confira aqui nossas primeiras impressões sobre essa edição.

Cupons de desconto TecMundo: