O lançamento do Windows 10 foi, indubitavelmente, um sucesso para a Microsoft. No entanto, mesmo com a atualização gratuita e uma divulgação maciça da empresa de Bill Gates, o sistema operacional, após quatro meses, mordeu apenas 9% da fatia de market share e viu uma ligeira desaceleração, de acordo com os números mais recentes publicados pela Net Applications.

Basicamente, o Windows 10 foi instalado em mais de 75 milhões de PCs em suas quatro primeiras semanas e ultrapassou a marca de 110 milhões em apenas dois meses e meio. À primeira vista, a quantidade impressiona, sim, mas a meta da Microsoft vai muito além disso: a gigante quer 1 bilhão de dispositivos rodando o Windows 10 “em dois ou três anos”, o que inclui não somente os PCs, como também smartphones, tablets e outros aparelhos.

Crescimento ocorre dentro de um ritmo, e Microsoft busca tentativas

Em outubro, o Windows 10 tinha 7,94% de market share e bateu 9% em novembro. O crescimento, no entanto, perdeu o ritmo e, proporcionalmente, encolheu: o sistema operacional pulou 5 pontos percentuais no seu primeiro mês, mas somou apenas um pontinho em cada mês subsequente.

Numa tentativa de conter essa relativa diminuição de migração, a Microsoft anunciou uma parceria com o Baidu para alavancar o Windows 10 na China e também elaborou um plano para tornar a última versão do sistema operacional uma “atualização recomendada”, o que estimularia os usuários do Windows 7 e do Windows 8.1 a instalarem a nova versão.

Versões anteriores ainda têm expressividade

É curioso notar que, até novembro, os predecessores do Windows 10 continuam registrando números positivos. O Windows 8, por exemplo, conseguiu 0,34% e teve 2,88% de aumento, enquanto o Windows 8.1 abocanhou 0,47 ponto, indo a 11,15%. Juntos, os dois sistemas somam 14,03% do mercado.

Antes do lançamento do Windows 10, o Windows 7 ultrapassou a marca de 60% em market share, em junho. É muito improvável ver esse quadro novamente, mas a sétima edição conquistou um sucesso unânime no mercado, tal qual Windows XP. É grande a chance de o Windows 7 permanecer líder por muito tempo ainda.

El Capitan cresce com mais rapidez

Já o OS X El Capitan, por exemplo, que é a última versão do sistema operacional da Apple, foi lançado apenas dois meses atrás e já reina absoluto em comparação com todas as versões anteriores do OS X.

A pesquisa do Net Applications utiliza dados registrados de 160 milhões de visitantes únicos mensalmente ao monitorar 40 mil sites.

Como você avalia sua experiência com o Windows 10? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: