Voar e ver por trás das paredes são alguns dos poderes do Super-Homem que os humanos comuns mais invejam. Por enquanto, voar sem equipamentos é um sonho bem distante, mas o segundo poder mencionado já está mais perto de se tornar uma realidade para nós. E para isso não precisaremos realizar cirurgias para o implante de olhos biônicos ou algo parecido.

Estamos falando apenas de avanços tecnológicos, que podem garantir novas possibilidades — incluindo mais segurança para residências, o que será explicado mais adiante — para os consumidores de todo o mundo. E isso nem demandaria a utilização de equipamentos futuristas, mas sim de novas formas de utilização do que já temos no mercado atualmente.

Engenheiros da Universidade de Londres (Inglaterra) desenvolveram um sistema que promete fazer exatamente o que foi falado anteriormente: permitir que pessoas consigam saber o que está acontecendo por trás de algum muro ou parede. Para isso, o projeto utiliza apenas a tecnologia Wi-Fi que já está presente nas residências. Ficou curioso para saber como isso é possível? Então confira mais detalhes sobre o sistema.

Usando o Wi-Fi para enxergar por trás de paredes

Você pode não saber, mas a criação dos primeiros radares só aconteceu após pesquisadores da marinha dos Estados Unidos perceberem que aviões poderiam refletir as ondas de rádio — com medições na frequência dos reflexos é que se calcula a distância de um objeto, por exemplo. E foi com essa mesma base que o sistema dos engenheiros britânicos foi criado.

O sinal da internet sem fio — tanto em frequência de 2,4 GHz ou 5 GHz — sofre interferência de pessoas e objetos. E mesmo que isso não atrapalhe o funcionamento das redes, a pequena oscilação pode ser percebida por um aparelho criado para interpretar as ondas Wi-Fi (composto por duas antenas e uma unidade de processamento de sinal).

Como a velocidade na transmissão é bem alta, o receptor consegue interpretar a movimentação dos corpos com bastante eficiência. Com a atual potência dos equipamentos, é possível identificar as movimentações mesmo que o aparelho de medição esteja em outro ambiente. Os engenheiros afirmam que ele consegue manter a eficiência mesmo atrás de paredes de tijolos com espessura de 25 centímetros.

Como isso funciona exatamente?

Em apenas cinco passos, é possível entender exatamente como um sistema Wi-Fi consegue realizar a interpretação e medição do movimento de pessoas que estejam do outro lado de uma parede. Veja a imagem criada pelo site PopSci e então confira os passos descritos logo abaixo.

(Fonte da imagem: Reprodução/PopSci)

  1. Quando o sinal wireless encontra algum objeto em movimento, sua frequência é alterada;
  2. Um roteador preenche o local em que está instalado com ondas de frequência pré-determinada;
  3. Uma das antenas no receptor rastreia o sinal enviado pelo roteador;
  4. A outra antena rastreia o sinal refletido pelos objetos em movimento e calcula a alteração na frequência;
  5. Comparando o sinal das duas, um computador pode identificar localização, velocidade e direção do objeto em movimento.

Por que isso é revolucionário?

Até o momento, todos os sistemas que prometem permitir que as pessoas “enxerguem por trás de paredes” precisam de grandes equipamentos. É o caso dos pesados radares desenvolvidos pelo MIT, que utilizam disparos de alta frequência para garantir a eficiência de seus sistemas.

Com o novo radar por Wi-Fi, saber o que acontece do outro lado de um muro ou de uma parede seria uma tarefa muito mais simples e que demandaria equipamentos mais portáteis. E é exatamente por esse motivo que o sistema é revolucionário. Em seguida, mostraremos alguns exemplos de aplicação dele para que tudo fique mais claro para você.

Aplicações da tecnologia

A principal utilização de um “radar doméstico” como o sistema de rastreamento por Wi-Fi seria voltada à segurança. Imagine que bandidos dominaram um estabelecimento comercial e desligaram todas as câmeras de vídeo do local. Com a utilização do sistema de varredura por Wi-Fi, policiais poderiam saber exatamente onde estão os bandidos e reféns para que as ações fossem tomadas da melhor forma possível.

(Fonte da imagem: Reprodução/NMA News Direct)

Também poderiam ser instalados sistemas desse tipo para que médicos ou pais pudessem obter mais informações sobre o comportamento de crianças ou pessoas que necessitam de cuidados especiais. Outras funcionalidades ainda devem ser atribuídas ao sistema, mas para isso é necessário que novos avanços ocorram nas pesquisas dos engenheiros britânicos.

.....

Há alguns anos, era completamente impossível imaginar algo como isso que está sendo desenvolvido agora. Utilizar sistemas de internet Wi-Fi para rastrear ambientes é uma ideia que até mesmo os mais futuristas poderiam desconfiar, mas está bem próxima da nossa realidade. O que você pensa sobre isso?

Cupons de desconto TecMundo: