A polêmica em torno do bloqueio do WhatsApp por cerca de 12 horas em todo o território brasileiro continua dando o que falar. Dessa vez, foi uma medida vinda do Palácio do Planalto que pediu a alteração de uma postagem no Facebook feita pelo próprio perfil do fundador e CEO da rede social, Mark Zuckerberg.

Após o aviso sobre o desligamento temporário do aplicativo ter se espalhado pela internet, uma forte reação nas redes sociais cobrando atitudes do governo federal espantou o Palácio do Planalto. Sem ter muito o que fazer e tendo que lidar com a profunda crise política – em meio a movimentos que pedem o impeachment da presidente Dilma Rousseff e a cassação do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha –, um emissário do Palácio entrou em contato com o Facebook e pediu a alteração da postagem de Zuckerberg.

A postagem original dizia:

“Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida e ajude seu governo a refletir a vontade do povo”.

E foi alterada para:

“Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida”.

Tonight, a Brazilian judge blocked WhatsApp for more than 100 million people who rely on it in her country.We are...

Posted by Mark Zuckerberg on Quinta, 17 de dezembro de 2015

Aliviando a barra do Planalto

O pedido foi acatado após o emissário explicar a situação delicada da política brasileira para os representantes da rede social. Com o fim do bloqueio, as pessoas acabaram esquecendo a postagem, mas ainda é possível ver a mensagem original no “Histórico de edições” da postagem no Facebook. Afinal, nem o chefão da rede social está isento de ter suas alterações de texto reveladas para todo mundo.

A alteração visa tirar das costas do Governo Federal qualquer suposto envolvimento com o caso, que fez o aplicativo parar de funcionar por um pedido da Justiça brasileira.

O que você achou do bloqueio sofrido pelo WhatsApp no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: