Imagem de The Sims 4 - Vida Campestre
Imagem de The Sims 4 - Vida Campestre

The Sims 4 - Vida Campestre

Nota do Voxel
75

The Sims 4 Vida Campestre nos leva à fazenda sem muitas surpresas

The Sims 4 pode ter tido um lançamento meio turbulento pela falta de recursos básicos de seus antecessores, ou conteúdo que os fãs consideram importantes para o jogo, mas não dá para negar que o game teve uma ótima evolução desde sua chegada em 2014. Embora parte disso tenha se resolvido através de atualizações gratuitas para todos que possuem o jogo base, boa parte do conteúdo mais interessante acaba vindo por meio de DLCs, especialmente os pacotes de expansão, como sempre foi comum na franquia.

O exemplo mais recente disso é o Vida Campestre, que traz a tão pedida vida de fazenda para o nosso jogo de simulação favorito. A promessa que a EA fez com esse pacote é que poderíamos viver dias tranquilos no interior, cuidar ou ficarmos amigos de diversos animais, plantar vegetais, participar de festivais e até mesmo realizar pequenas tarefas para os moradores de Avelândia do Norte, a nova vizinhança do game.


Só que sempre fica aquela dúvida de se um DLC desses realmente consegue entregar tantas promessas de uma forma satisfatória e que valha o preço que a EA costuma cobrar em suas expansões de The Sims 4. Felizmente, é exatamente isso que vamos discutir nesta análise, então dá só uma olhada nas nossas impressões!

Quantidade é o que não falta, mas a qualidade?

O primeiro fato que podemos afirmar é que, quando o assunto são as expansões de The Sims, a EA não poupa esforços para adicionar uma grande quantidade de conteúdo no pacote. Felizmente, isso se repete com Vida Campestre, então você pode esperar quase 300 itens novos tanto para criar seus Sims e vesti-los como para construir casas e decorá-las da maneira que achar mais interessante. Por isso, aqueles que geralmente só se interessam por esses DLCs pelos móveis e roupas, já podem ficar felizes, ainda mais se tiverem um gosto especial pela temática de objetos rústicos.

É claro que não é só de itens novos que um pacote de expansão pode depender se quiser atrair os jogadores, então também contamos com alguns elementos bem interessantes de gameplay. Conforme mencionamos antes, você pode ter animais de fazenda em sua propriedade, incluindo galinhas, lhamas e vacas, enquanto também é possível fazer amizade com animais selvagens, como coelhos, pássaros e até raposas (isso se elas não decidirem atacar o seu galinheiro, é claro).

Vida Campestre é uma das expansões mais requisitadas pelos fãs de The Sims 4Vida Campestre é uma das expansões mais requisitadas pelos fãs de The Sims 4Fonte:  EA/Divulgação 

Só que os fãs de expansões anteriores focadas em animais podem sentir a falta de uma diversidade maior de bichinhos de fazenda, especialmente os cavalos, que eram tão populares em The Sims 3. Infelizmente, entregar um conteúdo levemente inferior aos pacotes dos antecessores parece ser a regra com muitos DLCs de The Sims 4 e isso volta a acontecer com Vida Campestre. Não é algo que estraga a expansão por si só, mas é muito difícil não pensar em tudo o que poderia ter sido adicionado nela, especialmente quando consideramos seu preço mais salgado.

Objetificando os animais

O cuidado com os bichinhos existentes também acaba sendo meio superficial e bem diferente do padrão que temos em games como Story of Seasons ou Stardew Valley, por exemplo. Sabemos que The Sims não é um jogo focado só em fazenda, então é impossível fazer uma comparação profunda com esses títulos, mas isso não significa que uma atenção maior com esses detalhes não poderia ser dada aos animais. Para ter noção do que queremos dizer, basta saber que todos os animais de fazenda são tratados como meros objetos no game e podem até ser colocados no inventário da família como qualquer outro item ou móvel, algo bem diferente do que ocorre com os bichos domésticos adicionados na expansão Cães e Gatos, por exemplo.

Fora isso, apenas o galinheiro tem a opção de abrigar várias galinhas de uma vez, já cada vaca e cada lhama vem com seu próprio mini celeiro, então não é possível ter mais de um desses animais a menos que você queira encher seu lote desses pequenos prédios. Ainda há certas ações com os animais que você só realiza dentro do celeiro, que funciona como um buraco de minhoca, em que seu personagem entra e você fica só olhando e esperando ele terminar a tarefa e sair.

Embora sejam fofos, os animais são praticamente objetos no gameEmbora sejam fofos, os animais são praticamente objetos no gameFonte:  EA/Divulgação 

Pelo menos, você consegue desenvolver um relacionamento com cada animal, ter opções sociais com eles, dar rações especiais para alterar o leite, a lã ou os ovos que eles produzem e até vesti-los com roupinhas bem fofas. Esse acaba sendo o ponto alto com esses bichinhos, o que é intensificado pelo fato de que eles podem envelhecer e morrer como qualquer outro ser vivo no jogo, dando um sentimento de apego natural com eles.

Temporada de festivais

Outro aspecto que vai interessar muitos fãs de The Sims 4 é o esquema de cuidar de suas plantações, que funciona de maneira mais parecida com outros games de fazenda do que a antiga mecânica de jardinagem já existente no jogo base desde o lançamento. Há muitos vegetais novos que você pode plantar, além de itens que podem ajudar na irrigação e cuidado da sua horta. Um fator bem legal é que você pode dar uma atenção extra para sua plantação na esperança de conseguir uma produção de maior qualidade e tamanho, o que te ajuda demais na hora de vencer os festivais que ocorrem na vizinhança de Avelândia do Norte.

Esse é outro ponto bem legal: seguindo a linha de tantos games deste gênero, a expansão Vida Campestre também decidiu investir em eventos temáticos para premiar os produtores com os melhores vegetais ou produtos derivados de animais. Esses festivais não são tão detalhados assim, mas é aquele tipo de novidade divertida de se experimentar quando você ainda está conhecendo o novo DLC. É claro que depois de participar e vencer todos pelo menos uma vez, já dá para ter uma noção de que você provavelmente não vai ficar voltando em outras ocasiões, afinal, eles podem ser bem repetitivos.

Há algumas atividades que tornam o pacote mais interessanteHá algumas atividades que tornam o pacote mais interessanteFonte:  EA/Divulgação 

Um outro fator que também pode se tornar repetitivo, mas que ainda é uma ideia bem legal, é o novo esquema de tarefas que você pode realizar para os moradores da vizinhança. Isso funciona como na maior parte de outros jogos de fazenda, bastando que você converse e aceite pequenas missões de diferentes pessoas que podem precisar de ajuda. Como quase tudo nesse DLC, esse sistema não é muito complexo, mas divertido o suficiente para te entreter no meio da sua atarefada nova vida no campo.

Conclusão

No fim, isso é realmente o que melhor resume a expansão Vida Campestre de The Sims 4: mesmo sem se aprofundar muito nas novas mecânicas que traz, ela consegue oferecer um conteúdo interessante suficiente para quem estava querendo uma experiência diferente no game de simulação de vida. Você definitivamente não vai sair satisfeito se espera algo a par dos títulos focados em um único tema, mas pode se divertir bastante se lembrar que esse se trata apenas de um DLC que não tem como objetivo se equiparar a games desse tipo.


Só que fora isso, fica bem difícil de não comparar esse e outros pacotes de expansão com os DLCs antigos de outros games da franquia, que costumavam ser bem mais completos e caprichados. Esse é um ponto de reclamação frequente dos fãs de The Sims 4 e que volta a ocorrer em Vida Campestre. Caso tenha plena noção e aceite isso, podemos dizer que o pacote é realmente bom e vale a pena, ainda mais pelos itens inclusos, mas se espera por algo mais parecido com a qualidade das DLCs de antes, talvez seja melhor aguardar uma boa promoção.

Imagem: Jogo The Sims 4 Pacote de Expansão Vida Campestre
Imagem: Tecmundo Recomenda

Jogo The Sims 4 Pacote de Expansão Vida Campestre

Deleite-se com o charme singular do The Sims™ 4 Pacote de Expansão Vida Campestre*, com animais amigos, refeições da horta à mesa e uma comunidade intimista.

Pontos Positivos
  • A temática de fazenda era muito aguardada e requisitada pelos fãs
  • A vizinhança de Avelândia do Norte é bem detalhada e interessante de explorar
  • Os festivais e sistema de tarefas para os moradores lembra bastante jogos de fazenda tradicionais
  • Desenvolver relacionamentos com os animais é bem divertido
  • Finalmente não dependemos do sistema de jardinagem antigo para termos uma horta real
Pontos Negativos
  • Novos sistemas são superficiais, como em outras DLCs de The Sims 4
  • Animais de fazenda são meros objetos
  • O preço da expansão é bem salgado, tanto nos consoles como no PC