Sony nega ter aumentado a produção do PS4 pra suprir falta do PS5

1 min de leitura
Imagem de: Sony nega ter aumentado a produção do PS4 pra suprir falta do PS5
Imagem: PlayStation

A Sony tem encontrado problemas para suprir a alta demanda do PS5 e o console continua bem difícil de comprar em revendas autorizadas. Mas a produção continuada do PS4 até este ano não tem nada a ver com isso, segundo a e empresa declarou ao site NLab.

A informação veio para desmentir uma reportagem recente da Bloomberg, que afirmava que a fabricante japonesa pretendia descontinuar o PS4 em 2021 ainda, mas teria encomendado mais um milhão de unidades do console para conseguir entrar em 2022 ainda vendendo vídeo games, nem que seja o modelo da geração passada.

A Sony, no entanto, diz que a reportagem está equivocada. A companhia alega que nunca planejou encerrar a fabricação do PS4 no ano passado e que já tinha no seu roadmap o planejamento para as vendas em paralelo do PS4 e do PS5. Para dar mais credibilidade ao seu argumento, a empresa enfatiza que fez lançamentos semelhantes com gerações passadas de seus consoles também.

O PS5, enquanto isso, continua se esgotando tão logo aparece nas lojas, o que tem não apenas gerado frustração entre jogadores que querem um novo console, mas também aquecido o mercado paralelo de cambistas, que vendem o vídeo game a preços exorbitantes. E, pelo menos até o momento, as notícias não são muito otimistas para melhorias da disponibilidade do vídeo game num futuro próximo.