League of Legends: Ahri e Janna passarão por rework no ano que vem

1 min de leitura
Imagem de: League of Legends: Ahri e Janna passarão por rework no ano que vem
Imagem: Riot Games/Reprodução
Avatar do autor

A Riot Games anunciou nesta semana alguns planos que deverão ser executados em League of Legends em 2022. Entre as novidades para o ano que vem está o fato de que as Campeãs Janna e Ahri passarão por um rework.

De acordo com a desenvolvedora, o retrabalho com as personagens acontecerá logo no começo do ano, já que elas “ficaram desfavorecidas ultimamente”. “Essas alterações serão menores que o rework para Tahm Kench, mas ainda assim, importantes (como a atualização recente de Lucian)”, diz trecho da publicação do site oficial do jogo.

De acordo com Bryan Salvatore, designer Chefe de Campeões, o processo de rework tem dado resultado e por isso será mantido para a próxima temporada. Apesar disso, ele salientou que os objetivos para os personagens serão melhor definidos e que em breve serão divulgados mais detalhes sobre os casos de Janna e Ahri.

Outras ações

Salvatore também contou que apesar da boa aceitação da pré-temporada 2022 de League of Legends, alguns aspectos continuam sendo observados. Ele citou, por exemplo, o terreno do Dragão Quimtec e Alma de Dragão, que ganharão alterações na atualização 12.1 que adicionam plantas Florividentes em locais otimizados para a equipe de defesa. “A gente sabia que o Dragão Quimtec seria uma adição incrível, e vamos continuar de olho nele”.

O patch 12.1, que será lançado em janeiro, também mostrará mudanças no Feitiço de Invocador Teleporte. Antes dos 14 minutos, o golpe vai apresentar um tempo de recarga mais longo, podendo alvejar apenas torres. Depois dos 14 minutos, o tempo de recarga será reduzido.

Outra promessa da Riot Games é que no primeiro semestre de 2022 alguns itens de Lutador passarão por mudanças. Dentre eles, a Mandíbula de Malmortius e Dança da Morte devem ser alteradas para que os Campeões que saiam de Sterak tenham alternativas adequadas.

A longo prazo, sem data específica e nem promessa de que alterações serão feitas, Salvatore disse que estão sendo analisados espaços maiores e um retrabalho dos danos explosivos (e os efeitos deles nas mecânicas).