9 escolhas difíceis que definem as histórias dos games

5 min de leitura
Imagem de: 9 escolhas difíceis que definem as histórias dos games
Imagem: https://dont-nod.com/

Assim como na vida real, os videogames nos colocam constantemente em encruzilhadas, dando-nos a responsabilidade para não somente controlar personagens marcantes, mas também para decidir seus destinos e de todos os outros que os cercam.

Alguns desses momentos são repletos de drama e de circunstâncias complexas, enquanto outros são mais suaves e trazem consequências menos drásticas, porém todos eles afetam, de alguma forma o desenrolar das narrativas, seja de forma visual ou em mecânicas de jogo.

Confira agora algumas das escolhas mais difíceis que os jogadores têm que enfrentar nos games. Vale lembrar também que a grande maioria possui spoilers, então fica o alerta sobre os conteúdos apresentados abaixo.

Game of Thrones

Clássico da Telltale, Game of Thrones expandiu o universo de George R.R.Martin com uma narrativa interessante e recheada de escolhas muito difíceis. Em uma delas, quando finalmente os irmãos Rodrik e Asher da casa Forrester finalmente se encontram, os jogadores se veem em frente a uma decisão tensa onde devem selecionar qual dos dois irá se sacrificar para salvar seus soldados.

A cena é intensa, pois cada take do momento foi colocado com primor. A câmera lenta, a trilha sonora fantástica, o drama no rosto dos heróis... Tudo colabora para que o jogador se prenda completamente e entre em estado de desespero por ser obrigado a matar um dos incríveis personagens.

Life is Strange

Life is Strange tornou-se um clássico cult da última década ao abordar temas bastante delicados em uma trama voltada para o drama sobrenatural. No game, Chloe e Max criam um vínculo de cumplicidade e amor fantástico, levando o público a imergir em sua relação e a ter que tomar muitas decisões difíceis, cada uma com consequências drásticas para a história.

No final, com o surgimento de um enorme furacão que está prestes a destruir Arcadia Bay, é necessário decidir entre salvar a cidade ou salvar Chloe, visto que as constantes viagens no tempo de Max causaram mais problemas do que soluções. Uma escolha moral difícil que certamente consagra um emocionante endgame.

Fallout 3

Como RPG de mundo aberto baseado em escolhas e no carma, Fallout 3 sugere uma série de escolhas que determinam o caminho não somente do Lone Wanderer, mas de cidades inteiras, como no caso de Megaton na missão The Power of the Aton.

Com um poder devastador em mãos, o jogador pode escolher entre explodir uma bomba atômica em Megaton, erradicando a praga em um raio de quilômetros, ou desarmar a bomba e salvar algumas almas que habitam a cidade. Neste momento, é necessário skills importantes para ver todos os finais, então caso já tenha todos os requisitos, sinta-se à vontade para suar um pouco diante de tal escolha.

The Witcher 3: Wild Hunt

Se algum dia você já reclamou que a vida lhe proporciona muitas escolhas difíceis, é porque você nunca conferiu a vida de Geralt de Rívia. Em The Witcher 3: Wild Hunt, o Lobo Branco se vê em centenas de decisões complicadas que determinam não somente o seu futuro, mas a relação com cada um dos personagens dentro do game.

E em vários desses momentos, é necessário acertar alguns diálogos e ações pontuais para desenvolver relações mais íntimas com Yennefer e Triss, os principais afetos (e desafetos) do bruxo ao longo do jogo. Até que, em certo instante, o herói terá que escolher entre uma das feiticeiras ou até mesmo as duas ao mesmo tempo. E bom... Vale lembrar que optar por ser um pouco mais ambicioso resultará em uma cena memorável.

Pokémon

Os clássicos RPGs de Pokémon dos tempos do Game Boy já colocavam os jogadores para realizarem uma escolha bastante difícil no início do jogo: qual será o primeiro Pokémon do time. Há de se convir que decidir entre Charmander, Squirtle e Bulbasaur foi um momento da vida de muita criança e jovem que moldou os seus caracteres. E todos sabemos que quem escolheu Charmander tornou-se uma pessoa melhor (brincadeira, pessoal).

Far Cry 3

Jason e seus amigos decidem passar uns dias de curtição em uma ilha paradisíaca deserta, até que são atacados por piratas e tudo começa a piorar vertiginosamente. O protagonista de Far Cry 3, nas condições de uma pessoa comum, parte então em uma jornada de sobrevivência para resgatar seus amigos sequestrados, ao mesmo tempo que cria vínculos com nativos para aprimorar suas habilidades.

No final do jogo, Jason deverá escolher entre matar seus amigos e permanecer com a nativa Citra ou escapar do local com sua namorada e amigos. Dessa forma, todo um contexto de violência, laços e destino é explorado, de forma a dificultar significativamente uma decisão que, caso fosse feita mais para o início do game, seria fácil.

Resident Evil 7

Apesar de ser um game linear, Resident Evil 7 possui um momento capital em que devemos escolher pela vida e morte de duas pessoas queridas. Uma delas é a esposa de Ethan, Mia, que foi parar na casa dos Baker e tornou-se uma infectada, possuindo surtos de violência e personalidade ocasionais; a outra é Zoe, a voz misteriosa que conduziu o protagonista pelo ameaçador local, salvando a pele do rapaz inúmeras vezes e sendo a responsável por produzir o soro.

A responsabilidade é total do jogador, assim como as consequências.

The Walking Dead

The Walking Dead, da Telltale, é um game recheado de escolhas difíceis e boa parte delas determina o destino de Lee, que sofre o jogo inteiro para escapar de hordas de zumbis.

Após ser mordido por um comedor de cérebro, tudo parece estar perdido para o protagonista, até que no final do capítulo quatro uma serra é encontrada no necrotério do hospital. Resta ao jogador, então, decidir entre cortar o braço infectado de Lee ou deixá-lo no corpo e aceitar o que vier, e apesar de a decisão ser um pouco óbvia especialmente para os fãs do gênero sobrevivência, o contexto garante uma "chantagem emocional" que não facilita nem um pouco as coisas.

GTA IV

Sim, a franquia GTA também teve seus momentos de decisões difíceis que trazem repercussões na história, mais especificamente no quarto game da saga. Na busca pelo homem que traiu sua unidade militar há 15 anos, Niko Bellic se vê em um verdadeiro caos social, ao mesmo tempo que procura viver o célebre Sonho Americano.

No desenrolar da história, o protagonista finalmente encontra seu nêmesis, Dimitri Rascalov, e tem a opção de concluir sua vingança. Ao matá-lo, a namorada de Niko torna-se vítima da máfia durante o casamento de seu primo; ao poupá-lo, o próprio primo de Niko torna-se a vítima em seu casamento. Uma decisão difícil com consequências a longo prazo.

Fontes

9 escolhas difíceis que definem as histórias dos games