WoW Shadowlands terá Sylvana Correventos entre os chefes desafiadores

5 min de leitura
Imagem de: WoW Shadowlands terá Sylvana Correventos entre os chefes desafiadores
Imagem: Blizzard

World of Warcraft é uma das principais franquias da Blizzard, e o lançamento da expansão Shadowlands naturalmente a colocou como um dos principais destaques da BlizzConline 2021, feira na qual a próxima atualização, Correntes da Dominação, foi revelada.

A convite da produtora, conversamos com exclusividade com Frank Kowalkowski, o diretor técnico de WOW Shadowlands, e com Jeremy Feasel, o game designer principal. Confira como foi nosso papo.

World of Warcraft: Shadowlands foi uma das expansões mais bem recebidas tanto pelos fãs como pela crítica. Isso deve aumentar ainda mais a responsabilidade pelo novo conteúdo, não é? O que podemos esperar da próxima atualização?

Frank Kowalkowski: É muito empolgante, e ficamos muito felizes com a reação dos jogadores. Isso nos deixou ainda mais ansiosos para trazer mais conteúdo para eles, que é exatamente o que faremos em Correntes da Dominação.

Frank Kowalkowski é o diretor técnico de World of Warcraft ShadowlandsFrank Kowalkowski é o diretor técnico de World of Warcraft Shadowlands.Fonte:  Blizzard 

Jeremy Feasel: Do ponto de vista de um contador de histórias, vai ser legal ver o que o Carcereiro está tramando, porque ele vem sendo uma figura misteriosa e sombria há um tempo, atuando nos bastidores das Terras Sombrias. Já tínhamos nos encontrado com ele algumas vezes, mas ainda não sabíamos qual era seu plano final. Então essa é a oportunidade ideal de mostrar o que ele anda tramando.

Teremos várias narrativas legais, ótimas quests para os jogadores se divertirem, e será possível experimentar o próximo capítulo na trama de todos os Pactos. Não importa em qual deles o gamer entrou, agora poderá ir para a próxima zona e ver o que acontecerá com eles. Teremos grandes aventuras não só para o Carcereiro, mas também para as Terras Sombrias como um todo.

Eu acredito que os fãs vão gostar de para onde estamos levando as coisas, especialmente quando entrarem na nova Incursão no Sacrário da Dominação e encararem a própria Sylvana Correventos. O fim desse arco é verdadeiramente incrível, e mal posso esperar para ver o que o pessoal vai achar dele.

A união entre os Pactos parece ser um grande foco da futura narrativa depois de tudo o que vimos no lançamento de Shadowlands, certo?

Jeremy Feasel: Nós temos esse sentimento de que os Pactos estão juntando forças agora porque, ao longo dos últimos eventos, levamos a anima de volta ao mundo, reestruturamos suas forças, enfim, as Terras Sombrias são novamente uma força a ser reconhecida. E essa é uma das formas pelas quais eles podem agora encarar o Carcereiro.

Jeremy Feasel é o game designer principal de World of Warcraft ShadowlandsJeremy Feasel é o game designer principal de World of Warcraft Shadowlands.Fonte:  Blizzard 

Mas os Pactos também vão se ajudar a lidar com as ameaças encontradas nas diferentes histórias. Qualquer um, em qualquer pacto, poderá se ajudar, especialmente quando estiver indo para a Gorja, porque ela sempre foi um espaço hostil para os jogadores, com a influência sombria do Carcereiro os impedindo até de montar.

Então a simples presença dos Pactos já ajudará a combater as influências malignas, e será possível chamar as montarias de novo. A ideia principal é estabelecer que os Pactos estão afetando o Carcereiro, então dá para passar um longo tempo por lá, e estamos adicionando diversas atividades também.

Haverá um espaço totalmente novo que será Korthia, a cidade dos segredos, enquanto os Pactos mandam ataques diretos ao Carcereiro na Gorja, bem parecido com as invasões em Legion, mas dessa vez levando a luta até eles e trabalhando em conjunto.

E o que os jogadores podem esperar encontrar na nova cidade de Korthia?

Frank Kowalkowski: Korthia é a cidade dos segredos, certo? É vizinha de Oribos, então vai ter bastante arquitetura familiar aos jogadores, ainda que não esteja em sua melhor fase depois dos ataques do Carcereiro. Ela tem novas fauna e flora, mesmo mantendo a atmosfera que se esperaria das Terras Sombrias.

Jeremy Feasel: Quando criamos a arte dessas coisas, normalmente pensamos em como a área se pareceria em sua melhor fase, como eram as árvores e os prédios quando a cidade ainda era próspera. Depois que criamos algo belo e único ali, precisamos destruir tudo [risos]: matar as plantas, demolir os prédios, mostrar que aconteceu muita destruição e como se tornou um lugar terrível.

Como vai funcionar a nova Incursão na raide com 10 chefes?

Frank Kowalkowski: O Sacrário da Dominação é basicamente como se esperaria que o lar do Carcereiro fosse, e um lugar perfeito para Sylvana ter seu encontro com os jogadores, que basicamente estão tentando chegar até ela e vão enfrentar chefes incríveis em locações variadas, mas nunca vão duvidar de que estão no lugar com mais cara de Dominação entre tudo o que já fizemos em World of Warcraft.

De tudo que vocês adicionaram em Shadowlands, de qual mecânica ou sistema mais gostaram e acham que deve continuar sendo explorado em Correntes da Dominação?

Jeremy Feasel: Acho que o sistema de Renome acabou funcionando muito bem, já que há novas coisas para fazer, novos poderes para ganhar, novos equipamentos para vestir ao longo de missões extremamente focadas em lore, porque acaba sendo bastante recompensador ter tanta coisa para fazer a cada semana.

Acabou sendo uma ótima forma de contar mais histórias sobre cada um dos Pactos, então isso é algo que nós queremos continuar a expandir em Correntes da Dominação, com muita trama nova até dos Pactos dos quais o gamer não faz parte. Mas é claro que, se houver dedicação a um Pacto em particular, ainda mais recompensas serão recebidas nele.

Além disso, há recompensas específicas de Pactos. Será possível destravar o voo entre as quatro zonas principais das Terras Sombrias, com montarias específicas de voo e armaduras de cada Pacto, o que é sempre uma boa oportunidade para criar itens bem diferentes. Por exemplo, a armadura de Maldraxxus parece uma homenagem ao necromante em Warcraft III, com ombreiras grandes, mas tudo nas cores de Maldraxxus.

Alguma mensagem final para a comunidade brasileira de World of Warcraft?

Frank Kowalkowski: Muito obrigado! Eu posso garantir que somos todos apaixonados pelo jogo também. Trabalhamos muito duro para entregar o melhor conteúdo possível, e sempre gosto de agradecer, porque nós fazemos isso tanto por amor ao jogo como por sabermos que temos uma comunidade ansiosa por mais conteúdo de World of Warcraft.

Jeremy Feasel: Eu acho que os fãs vão gostar da cerimônia de abertura, e mal posso esperar para lançar isso tudo. Temos tanta coisa para mostrar, e vai ser muito legal ver como o pessoal vai reagir.

Como você reagiu aos anúncios da BlizzConline? Conte para a gente nos comentários.

WoW Shadowlands terá Sylvana Correventos entre os chefes desafiadores