Entre as incontáveis novidades tecnológicas apresentadas na Computex 2016, um produto em particular pode ser particularmente interessante para os apaixonados por jogos antigos. O Retro Freak é um console que possui entradas compatíveis com os cartuchos de títulos de boa parte dos aparelhos que fizeram sucesso nas décadas de 1980 e 1990 e pode ser ligado à sua TV por meio de um cabo HDMI.

Os formatos de fitas suportadas incluem as dos antigos Nintedinho e Super Nintendo (e suas contrapartes japonesas), Mega Drive da SEGA, os três Game Boys (original, Color e Advance), o Turbo Grafx-16, o PC Engine e o PC Engine SuperGrafx. O aparelho é acompanhado por um controle que imita o estilo dos acessórios do SNES, mas também é compatível com outros modelos ligados via USB – como os do PlayStation 3 e do PS4, por exemplo.

O Retro Freak consegue rodar cartuchos de uma grande quantidade de aparelhos antigos

Os jogos podem ser exibidos com uma resolução HD (1280x720 pixels) e contam com um filtro especial, que pode ser ativado para suavizar as bordas pixeladas das imagens. Para garantir que tudo vai rodar da forma mais agradável possível nas TVs, os jogadores serão capazes de ajustar a taxa de atualização dos valores antigos para até 60 Hz.

Vantagens orientais

Outras funções interessantes que não estariam presentes nos consoles originais são a possibilidade de salvar seu progresso nos games em um cartão SD e ativar um “modo invencível”, que proporciona a quantidade máxima de dinheiro e vidas nos títulos. Tudo isso por um preço equivalente a US$ 180 – cerca de R$ 643, em conversão direta.

Por enquanto, o Retro Freak só está disponível para compra na Ásia e não há previsão de expansão para outras regiões do mundo – o que é improvável, já que poderia despertar a fúria dos detentores dos direitos sobre os consoles originais. Ainda assim, aqueles que realmente gostarem da ideia podem recorrer à importação.

Cupons de desconto TecMundo: