É isso mesmo que você leu: donos de tratores nos Estados Unidos estão sendo obrigados a hackear seus veículos com um firmware alterado para burlar os bloqueios que os impedem de realizar manutenção quando necessário. Esse problema já antigo entre proprietários de tratores da marca John Deere e os impede de fazer alterações de qualquer tipo no computador de bordo dos veículos.

Para os fazendeiros, seria essencial ter acesso a esse sistema para realizar a manutenção na grande quantidade de sensores e outros dispositivos computadorizados presentes nos tratores da John Deere. Bloqueando esse acesso, a empresa tem como objetivo monopolizar o conserto das máquinas agrícolas, o que aumenta muito o custo dos proprietários que, como donos, deveriam ter o direito de acessar o computador de seus veículos.

Com isso, apenas oficinas autorizadas pela John Deere conseguem acessar o sistema computacional dos tratores para fazer configurações e reparos necessários

O problema é que, com isso, apenas oficinas autorizadas pela John Deere conseguem acessar o sistema computacional dos tratores para fazer configurações e reparos necessários. Você pode até pensar que isso é uma boa, visto que a própria empresa que criou o sistema o está reparando, mas, conforme os proprietários relataram, o preço dessa manutenção é absurdamente alto em comparação com o valor padrão do mercado.

A interface de um trator John Deere

Apelando para o ilegal...

Para driblar esse bloqueio, fazendeiros estão utilizando firmwares hackeados que podem ser obtidos em fóruns na internet de maneira que seja possível burlar os obstáculos do sistema da John Deere e eles mesmo possam fazer a manutenção de suas máquinas. Geralmente, esses firmwares são desenvolvidos na Ucrânia ou na Polônia e permitem ao proprietário do trator conectar seu laptop ao computador de bordo do veículo e calibrar parâmetros do motor, diagnosticar componentes defeituosos, alterar limites de velocidade e muito mais.

Monitor de um trator John Deere

...mas buscando estar dentro da lei

Mesmo com esses recursos alternativos, os fazendeiros já se reúnem há algum tempo para tentar impedir, com a ajuda da Justiça, esse tipo de bloqueio. Em busca de uma abertura e de uma liberdade para fazer o que bem entendem com um produto de sua propriedade, os clientes da John Deere esperam que legisladores norte-americanos compreendam os problemas pelos quais eles passam.

O que pode parecer inicialmente um problema apenas de fazendeiros talvez um dia afete o usuário comum de carros

Caso isso realmente aconteça, a medida vai poder ser ampliada para veículos de passeio, que também possuem esses sistemas computadorizados e, em muitos casos, também sofrem bloqueio de acesso por parte das montadoras. O que pode parecer inicialmente um problema apenas de fazendeiros talvez um dia afete o usuário comum de carros e, caso esse tipo de limitação seja proibida, você pode um dia agradecer a quem tem lutado por isso hoje.