De acordo com o site Re/Code, Jack Dorsey mal foi apontado como o novo CEO do Twitter e já está tomando decisões difíceis e polêmicas. O cofundador da rede social e agora chefe executivo estaria por trás do planejamento de uma demissão em massa na empresa.

Os desligamentos seriam planejados para a semana que vem. A informação, que partiu de diferentes fontes ligadas ao site de notícias, não inclui a quantidade de funcionários envolvidos no processo — mas diz que quase todos os departamentos serão afetados de alguma maneira.

O departamento de engenharia seria o mais prejudicado, pois estariam inchado. O Twitter está em um processo de reforma em várias áreas, o que inclui a reorganização dos engenheiros — tudo para que as tarefas sejam divididas em equipes mais enxutas e eficientes.

Cresceu até demais?

Estão registrados no Twitter 4,1 mil funcionários, de acordo com dados do último trimestre — mais que o dobro do que no mesmo período de 2013, quando a empresa entrou na Bolsa de Valores. Claro que o crescimento é natural e o próprio site adquiriu startups nesse período, mas é possível que uma "bolha" tenha se formado no setor.

Dorsey já afirmou em entrevistas anteriores que gostaria de ver a rede social "mais focada". Ao site Re/Code, um porta-voz do Twitter afirmou que "não comenta rumores e especulações".

Cupons de desconto TecMundo: